header top bar

section content

Câmara vota sábado contas de 2006 do ex-prefeito de Jatobá, Zezé de Né Gomes

A câmara de São José de Piranhas vota, neste sábado (22), às 9:30h, as contas do ex-prefeito, José Ferreira de Carvalho, “Zezé de Né Gomes” relativas ao ano de 2006. O Tribunal de Contas do estado da Paraíba (TCE-PB), exarou parecer pela rejeição das contas, levando em consideração algumas irregularidades existentes na gestão do dinheiro […]

Por

20/08/2009 às 08h41

A câmara de São José de Piranhas vota, neste sábado (22), às 9:30h, as contas do ex-prefeito, José Ferreira de Carvalho, “Zezé de Né Gomes” relativas ao ano de 2006.

O Tribunal de Contas do estado da Paraíba (TCE-PB), exarou parecer pela rejeição das contas, levando em consideração algumas irregularidades existentes na gestão do dinheiro público nas áreas de saúde e educação, com aplicação de gastos abaixo do limite.

Segundo o vereador, Bonaldo Dias (PMDB), o parecer do TCE aponta irregularidades absurdas na desaprovação das contas do ex-prefeito, uma delas é uma simples pintura de um grupo escolar apresentando um valor de quase R$ 65 000, 00. “É inconcebível que a câmara aprove tal absurdo, quem votar a favor da aprovação está votando contra o povo”. Completa.

A aprovação depende de 2/3 dos votos, ou seja, 06 dos nove que compõe a casa, já que se trata de matéria financeira.

Segundo o presidente da câmara, Ricardo Cavalcanti (PPS), a sessão do próximo sábado será exclusiva para esse assunto, já que por duas vezes consecutivas o tema fugiu da pauta para pedidos de vista e por falta de quorum.

Fonte: Radar Sertanejo

Tags:
OS CIRENEUS DO CAMINHO

VÍDEO: Programa Mensagem de Esperança reflete sobre imunização espiritual e como lidar com adversários

'MENSAGEM DE FÉ'

VÍDEO: Padre apresenta programa especial na TV sobre a tradicional Festa de Dom Bosco em Cajazeiras

'OPINIÃO DO CIDADÃO'

VÍDEO: Em Cajazeiras, presidente da OAB-PB diz ser contra posse de arma: “Índices de mortes aumentam”

PROPRIEDADES EMBARGADAS

VÍDEO: Impedidos de plantar, agricultores de Cajazeiras acusam IBAMA de excessos na aplicação de multas