header top bar

section content

Vereadora Léa Silva se afasta por 30 dias da Câmara Municipal de Cajazeiras

Depois trágica da morte prematura de seu filho acontecido no último mês de junho, véspera do recesso parlamentar, a vereador democrata Léa Silva, encaminhou ofício a Câmara Municipal de Cajazeiras solicitando uma licença de 30 dias para tratamento de saúde. O ofício foi enviado ao Poder Legislativo acompanhado do Atestado assinado pelo médico da vereadora.  […]

Por

13/08/2009 às 14h21

Depois trágica da morte prematura de seu filho acontecido no último mês de junho, véspera do recesso parlamentar, a vereador democrata Léa Silva, encaminhou ofício a Câmara Municipal de Cajazeiras solicitando uma licença de 30 dias para tratamento de saúde.
O ofício foi enviado ao Poder Legislativo acompanhado do Atestado assinado pelo médico da vereadora. 

A vereadora oposicionista tem como característica a forma de atuação marcante, e a Casa Otacílio Jurema ficará por mais um mês sem a participação da parlamentar mirim. 

A licença da vereadora Lea Silva, não abre vaga para o primeiro suplente de vereador da Coligação, tendo em vista que pela legislação, o parlamentar tem o direito de se licenciar por um período de 120 dias, sem que o suplente assuma, só abrindo vacância no cargo, a partir de 121 dias. 

Da Redação do Diário do Sertão
Com PB Notícia.

Tags:

Recomendado para você pelo google

MUNICÍPIOS DISPUTAM CAMPUS

VÍDEO: Deputado lamenta ‘briga’ entre Itaporanga e Piancó pela UEPB e diz que a luta é do Vale do Piancó

PARA TUDO!

VÍDEO! Garis realizam greve e toneladas de lixo deixam de ser coletados na cidade de Patos

PROGRESSÃO DE PENA

VÍDEO: Presidente da OAB-PB diz que pedido do MP e recusa de Lula para semiaberto têm motivo político

RECÉM-INAUGURADO

VÍDEO: Após morte de homem, perita explica por que o IML de Cajazeiras não atendeu a ocorrência