header top bar

section content

Governo e Prefeitura apóiam instalação de nova indústria têxtil em Cajazeiras

A empresa AS Fiação Têxtil funcionará com quatro tipos de máquinas: abertura, cardas, passadores e autocouro. A inauguração acontecerá até o final do mês.

Por

11/08/2009 às 12h16

Empresa vai gerar cerca de 500 empregos diretos e indiretos e produzir 200 toneladas de fios de algodão.

Com incentivos do Governo do Estado, através da Companhia de Desenvolvimento da Paraíba (Cinep), por meio do Fundo de Apoio ao Desenvolvimento Industrial da Paraíba (FAIN), e da Prefeitura Municipal, será inaugurada até o final deste mês em Cajazeiras, uma unidade da AS Fiação Têxtil, empreendimento do empresário Francisco de Assis Santos.

De acordo com Giancarlo Formiga Santos, um dos diretores da empresa e filho de Assis, o projeto teve investimentos da ordem de R$ 1,1 milhão e vai gerar 75 empregos iniciais, com previsão de 25 novos postos de trabalho no prazo de seis meses, além de outros 50 após mais um semestre, assim como cerca de 400 empregos indiretos. A produção mensal será de 200 toneladas de fios de algodão, a partir de matéria-prima proveniente da própria Paraíba, mais Santa Catarina, São Paulo, Rio Grande do Sul e outras partes do País. 

A expectativa
Novo aeroporto – Giancarlo afirmou que o aeroporto regional que o Governo da Paraíba vai construir em Cajazeiras irá facilitar o desenvolvimento da AS Fiação Têxtil, bem como de toda a região. No caso de homens de negócios nas áreas da indústria e do comércio, por exemplo, será possível ir a São Paulo e voltar no mesmo dia. “Esse aeroporto será bem vindo para a cidade; você sai daqui pela manhã, três horas depois está em São Paulo e pode retornar no mesmo dia”, comemora Gian.

A AS Fiação Têxtil vai adquirir o algodão em pluma que passa por um processo de limpeza e depois de algumas etapas o produto final é o fio de algodão. A produção de 200 toneladas por mês tem mercado garantido em São Bento, a cidade do Sertão paraibano que fabrica redes; João Pessoa, Natal e outras cidades brasileiras. 

A abertura oficial
Inauguração – A empresa ocupa 1.750 metros quadrados de área. De acordo com Giancarlo, as máquinas já estão em testes e dentro de 20 dias ocorrerá a inauguração com as presenças do governador José Maranhão, do prefeito Leo Abreu e demais convidados da AS Fiação Têxtil, cujo slogan é ‘Excelência em fios’. A empresa funcionará com quatro tipos de máquinas: abertura, cardas, passadores e autocouro. Esta última finaliza o processo de fios de algodão.

O FAIN tem o objetivo de gerar estímulos financeiros sob a forma de empréstimos subsidiados, destinados à implantação, relocalização, revitalização, ampliação e modernização de empreendimentos industriais e agroindustriais com foro e domicilio fiscal no Estado da Paraíba, que sejam declarados, por maioria absoluta, por meio do Conselho Deliberativo, como de relevante interesse para o desenvolvimento do Estado, pré-requisito esse obrigatório para a obtenção dos benefícios.

O público-alvo do FAIN são pessoas jurídicas, inclusive cooperativas e associações que desenvolvam ou pretendam desenvolver atividades de transformação ou beneficiamento de matéria-prima agropecuária e mineral produzida prioritariamente no Estado da Paraíba. 

Da Redação do Diário do Sertão
Com informações da Secom

Tags:

Recomendado para você pelo google

EM SOUSA

Radialista revela que “vítima da mão pesada e dos chutes do prefeito Tyrone” disputará eleições em 2020

VÍDEO

Comandante do Corpo de Bombeiros aponta possíveis causas do incêndio no lixão de Cajazeiras

SAÚDE

VÍDEO: Programa Xeque Mate fala sobre a saúde de Cajazeiras e recebe popular e diretoras do HUJB e HRC

REFORMA AGRÁRIA

VÍDEO: Coordenadora da CPT Sertão afirma que terras são um direito dos camponeses e não do agronegócio