header top bar

section content

Prefeitura vai demitir contratados, tirar gratificações e cortar carros locados

Conforme dados do Banco do Brasil, de janeiro a julho de 2009, já entraram nos cofres da prefeitura de Cajazeiras, de verbas oriundas do Tesouro Nacional, 20.645.273,58.

Por

02/08/2009 às 19h32

Léo Abreu (PSB) comunicou algumas providências que atingirão diretamente o cofre municipal. O Prefeito cajazeirense determinou que a partir de agora, serão cortadas todas as gratificações, sem exceção, além de drástica redução no número de carros locados, além da demissão de dezenas de contratados.

Com essas medidas o Prefeito espera poder conseguir equilibrar as finanças do município e garantir o mínimo de governabilidade para que possa pagar em dia os funcionários efetivos e sanar as contas com os fornecedores.

A prefeitura de Cajazeiras, terá que reduzir gastos com combustíveis, diárias, como também demitir cargos comissionados, sob pena de não conseguir equilibrar a economia do município.

Conforme dados do Banco do Brasil, de janeiro a julho de 2009, já entraram nos cofres da prefeitura de Cajazeiras, de verbas oriundas do Tesouro Nacional, 20.645.273,58, conforme demonstrativo mensal.

Janeiro – 2.903.926,81
Fevereiro – 2.635.275,33
Março – 2.391.998,09
Abril – 4.032.979,31
Maio – 3.268.032,65
Junho – 2.878.365,68
Julho – 2.252.651,67
Diferenças – 282.043,94 

Da Redação do Diário do Sertão

Tags:

Recomendado para você pelo google

ENTREVISTA

Presidenta do Coren diz que enfermeiro pode ter clínica, luta pelo piso salarial e fala sobre concursos

POSSÍVEL CANDIDATO

VÍDEO: Ex-prefeito de Cachoeira dos Índios revela quais os ‘vices dos sonhos’ para sua chapa em 2020

AVENIDA LOTADA

VÍDEO: Show de comunidade católica famosa em todo o Brasil reúne multidão em São José de Piranhas

TERRAS

VÍDEO: Diversidade em Foco fala da Comissão Pastoral da terra e da luta agrária no sertão