header top bar

section content

Programa do governo federal Minha Casa, Minha Vida, Inscreve 3 mil em Cajazeiras

A prefeitura tinha inicialmente a meta de inscrever duas mil familias, mais para a suepresa da coodenação do programa, este número foi bem superior.

Por

27/06/2009 às 08h42

Três mil pessoas se inscreveram para o Programa do governo federal “Minha Casa, Minha Vida” no município de Cajazeiras. A Prefeitura iniciou o cadastramento na última segunda-feira (22) e encerrou na tarde desta quinta-feira (25). Mesmo com o final das inscrições e com um número bem superior a quantidade de casas destinadas à Cajazeiras, 300 no total, a Secretaria Municipal de Cidadania e Promoção Social orientou a população para que efetue a inscrição em outros programas habitacionais não só do governo federal, mas também municipal, uma vez que nem todos os inscritos poderão ser agraciados.

O secretário executivo da Secretaria Municipal de Cidadania e Promoção Social, Jucinério Félix, explica que muitas pessoas não serão contempladas não só pelo número de inscrições que superou a quantidade de casas ofertadas para a cidade, mas em função de outras variáveis. A avaliação realizada pela Caixa Econômica Federal, conforme Jucinério, leva em consideração diversos fatores como renda, número de filhos, se a pessoa possui ajuda mensal do programa bolsa família, idade, necessidades físicas ou se reside em algum imóvel alugado. De acordo com ele, a atual gestão municipal está buscando formas de beneficiar as pessoas que ficarem de fora do programa.

E algumas ações já estão em andamento. Uma delas é o projeto “Morando Melhor” que proporciona melhores condições de moradia para a população de baixa renda de Cajazeiras, pois atende famílias de renda igual ou inferior a um salário. O subsídio que, inclusive, já foi entregue a treze famílias no início do mês, destina-se às demandas de construção e manutenção de moradias, recuperação ou reforma de imóveis que estejam em situação de risco iminente. Ainda conforme as informações de Jucinério Félix, o projeto está em fase de seleção novamente e deve beneficiar outras famílias até 15 de julho. Segundo ele, já estão cadastrados no programa outras 200 pessoas.

Além desse projeto, o prefeito Léo Abreu (PSB) já garantiu a doação de um terreno para a construção de 1.000 apartamentos populares que deverão ser financiados com valores subsidiados do FAT, o que possibilitará a adoção de taxas bem mais acessíveis que as do mercado. O terreno, avaliado em R$ 600 mil e os recursos para a construção da obra serão da própria prefeitura que espera apenas um sinal R$ 700 mil do Governo do Estado, já pleiteados, para serviços de infra-estrutura do local que possibilitarão o início das obras.

Fonte: Ascom

Tags:

Recomendado para você pelo google

VÍDEO

“Sou liderança forte, mas estou abandonado”, declarou Gobira ao vivo sobre grupo de Carlos Antonio

VÍDEO!

Padre cajazeirense responde a cantor gospel que atacou Nossa Senhora: “Nossos pêsames a esse cantor”

SAIBA

É OU NÃO É FERIADO? Em entrevista, prefeito de Cajazeiras decide sobre o Dia de São Pedro

PROGRAMA XEQUE MATE

Em Cajazeiras, pai de Gabriel Diniz se emociona e fala com exclusividade sobre a morte do cantor