header top bar

section content

Indignado, deputado desabafa sobre fim do Xamegão: “Município está abandonado e gestão dorme”

O parlamentar fez um relato sobre sua época quando era prefeito de Cajazeiras e disse que, mesmo com dificuldades o São João competia com o da cidade de Campina Grande era tido como uma dos maiores.

Por

21/05/2014 às 19h03

Deputado lamentou fim do tradicional Xamegão

O deputado estadual Vituriano de Abreu (PSC) usou a tribuna da Assembleia Legislativa esta semana para desabafar sua indignação com o fim do tradicional Xamegão de Cajazeiras que este ano completaria seus 25 anos. Segundo Vituriano, não faz sentido o comunicado da prefeita Denise Albuquerque que alegou não poder realizar a festa junina.

Vituriano fez um comparativo de sua época quando prefeito, afirmando que naquela situação os recursos eram poucos e o governo Estadual e Federal não ajudavam em nada. O deputado afirmou que, mesmo com as dificuldades, ele criou o evento e foram realizados 42 dias de festa. “Uma estrutura que competia com Campina Grande”, ressaltou.

O parlamentar insinuou que, se a atual gestão de Cajazeiras tivesse administrado na época de 1989 a 1992 teria morrido de fome. “Hoje o Governo Federal manda dinheiro para tudo”, disse.

Vituriano aproveitou o discurso para alfinetar a atual gestão dizendo que a cidade está abandonada. “A gestão está em berço esplêndido de dormência”.  

Ele citou como exemplo o caso da Fazenda Esperança que, segundo ele, foi inaugurada e fechou sem nunca ter funcionado de verdade.

Ouça áudio.

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:

Recomendado para você pelo google

POSSÍVEL CANDIDATO

VÍDEO: Ex-prefeito de Cachoeira dos Índios revela quais os ‘vices dos sonhos’ para sua chapa em 2020

AVENIDA LOTADA

VÍDEO: Show de comunidade católica famosa em todo o Brasil reúne multidão em São José de Piranhas

PREFEITO DE MONTE HOREBE

VÍDEO: Marcos Eron admite querer a reeleição, nega distanciamento da vice e manda recado para oposição

FENÔMENO

VÍDEO: Menino cajazeirense impressiona com habilidade no teclado e por ter fabricado instrumento