header top bar

section content

Projeto Promotores de Justiça chega a Cajazeiras

Um novo projeto sócio-educacional irá ganhar as escolas públicas cajazeirenses nos próximos dias sob os olhares da prefeitura municipal e da Universidade Federal de Campina Grande. Trata-se do inovador Promotores de Justiça, uma parceria entre Secretaria de Educação e Secretaria de Ação Social de Cajazeiras com o curso de Direito da UFCG de Sousa. A […]

Por

02/07/2008 às 11h41

Um novo projeto sócio-educacional irá ganhar as escolas públicas cajazeirenses nos próximos dias sob os olhares da prefeitura municipal e da Universidade Federal de Campina Grande. Trata-se do inovador Promotores de Justiça, uma parceria entre Secretaria de Educação e Secretaria de Ação Social de Cajazeiras com o curso de Direito da UFCG de Sousa.

A idéia do projeto, criado e desenvolvido na vizinha ‘cidade sorriso’ e que agora se instala na terra de Padre Rolim, é levar às escolas públicas do município um pouco do trabalho exercido pela Justiça Pública e Poder Judiciário não só do estado mas de todo o país. O Promotores de Justiça pretende interar os jovens de 12 a 16 anos das ações que eles devem tomar se acaso estiverem precisando do Poder Público para resolver questões judiciais, como violência doméstica, assédio sexual e outras.

Em Cajazeiras, 12 escolas foram escolhidas para participar do programa, que começa no dia 09 de julho, e envolverá apenas alunos da 6ª à 9ª série. A secretária de Educação da prefeitura de Cajazeiras, Vanderlúcia Feitosa, que irá sub-coordenar o projeto, explicou ao Diário do Sertão qual a principal meta do PJ.

“Vamos trabalhar com um professor de cada escola e com um aluno que irá representar essa escola como um todo. A idéia é perceber se existe necessidade de algum atendimento jurídico na escola, se tem uma criança violentada, se tem algum adolescente que tem alguma causa judicial. Então os alunos estagiários do curso de Direito vão fazer o atendimento e orientação dessas crianças, até no sentido de divulgar melhor a questão da necessidade do Direito na vida do cidadão.”

Além do atendimento jurídico direto, o projeto Promotores de Justiça contará também com palestras e oficinas nas 12 escolas selecionadas pela Secretaria de Educação de Cajazeiras.

Da redação do Diário do Sertão

Tags:
ESTÁ NA CAPITAL DESDE 2015

EXCLUSIVO: Após três anos, lendário padre de Cajazeiras revela o que motivou sua ida para João Pessoa

AMOR E FÉ

ESPECIAL DE FÉRIAS: Crianças e adolescentes de Cajazeiras e Sousa abrilhantam programa na TV Diário

AUXILIAR DO TROVÃO

VÍDEO: Agora no Atlético-PB, ex-jogador do Corinthians está confiante em vaga no Brasileirão da Série D

SAÚDE & BEM-ESTAR

VÍDEO: Médico alerta para consequências do uso excessivo de alguns medicamentos no aparelho digestivo