header top bar

section content

Reitor da UFCG nega pedido de desculpas à cidade de Patos

Thompson Mariz nega, ao ser indagado sobre matérias publicadas pela imprensa que diziam que, em visita à “morada do sol, o reitor teria aproveitado para pedir desculpas à população.

Por

29/12/2007 às 08h18

align=left“Jamais pediria desculpas a Patos”, foram as palavras de Thompson Mariz em entrevista exclusiva a rádio Oeste e ao portal DIÁRIO DO SERTÃO, ao ser indagado sobre matérias publicadas pela imprensa Patoense que diziam que, em visita à “morada do sol”, o reitor teria aproveitado para pedir desculpas à população pela não contemplação do curso de medicina.

“Se alguém tem que perdir desculpas, são alguns jornalistas de Patos, que me insultaram e não respeitaram a autonomia da universidade, isso sim merecia da parte deles um pedido de desculpas.”

Mariz deixa claro que não tem nada contra Patos, e julga não ter feito nenhum mal que merecesse tais pedidos. Pelo contrário, afirma que tem trabalhado intensamente em prol dos cursos e do campus daquela cidade.

Porém, garante o reitor, que se tivesse que fazer tudo de novo, daria o curso de medicina novamente à Cajazeiras.

Da redação do DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
SORTEIO DE R$ 100,00

VÍDEO: “O que o Brasil mais precisa?” agitou o Pix Diário do programa Olho Vivo; veja as respostas

CULTURA NORDESTINA

VÍDEO: Comerciantes de fogos juninos se adaptam para manter tradição em barraquinhas da cidade de Sousa

TRADIÇÃO DA ÉPOCA

VÍDEO: Comerciantes de produtos juninos avaliam vendas em Cajazeiras e temem mudança para outro local

REAÇÃO

VÍDEO: Governador diz que lei sancionada por Bolsonaro é ‘absurdo’ e não reduz preços dos combustíveis

Recomendado pelo Google: