header top bar

section content

Ex-integrante do Raça Negra vira morador de rua: “Dormia em hotéis cinco estrelas, hoje em dia durmo na praça”

"Tem dia que eu almoço e não janto. Tem dia que eu janto e não almoço", diz o ex-cantor de sucesso

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

08/04/2016 às 07h37

Ex-sambista vive há dez anos pelas ruas de São Paulo (Foto: Divulgação/TV Record)

Edson Café, ex-integrante do Raça Negra e compositor de canções de sucesso do grupo – dentre elas “Oi, Estou Te Amando” -, vive há dez anos nas ruas de São Paulo. Após se envolver com drogas, o músico abandonou a carreira e a família e passou a vagar pela capital paulista.

“Antigamente, há um tempo, eu dormia em hotéis cinco estrelas. Hoje em dia, eu durmo na praça olhando para as estrelas”, afirmou durante participação no “Câmera Record”, da TV Record, que vai ao ar nesta quinta-feira (7).

E destacou: “Tem dia que eu almoço e não janto. Tem dia que eu janto e não almoço”.

O artista integrou o grupo no auge do sucesso e se apresentou nas principais casas de show do País. Contudo, foi excluído pelos colegas por causa de seus problemas com entorpecentes, em 2005.

Sobre sua situação atual, Café avaliou: “Eu não abandonei minha família. Eu me autoabandonei”.

A atração do canal paulista acompanhou o veterano durante 60 dias. Na reportagem, a produção também promoverá o encontro dele com outros dois integrantes do Raça Negra.

MSN

Recomendado para você pelo google

VISTANDO SUA TERRA NATAL

Heron Cid defende centro universitário em Marizópolis e ponto de intersecção entre Sousa e Cajazeiras

BOA NOTÍCIA

Hospital Universitário de Cajazeiras passa a oferecer novos serviços para a população do Alto Sertão

REVOLTA

VÍDEO: ‘Só quem odeia Lula o quer preso, como se ele fosse um bandido perigoso’, diz jornalista

VÍDEO

“Sou liderança forte, mas estou abandonado”, declarou Gobira ao vivo sobre grupo de Carlos Antonio