header top bar

section content

VÍDEO: Blocos crescem, praças e corredor mantêm sucesso. Veja resumo especial do Carnaval de Cajazeiras

Cajazeiras mais uma vez realizou o maior carnaval da Paraíba. Foram cinco dias de festa com eventos que agitaram a cidade agradando a todos os públicos

Por Jocivan Pinheiro

14/02/2018 às 16h43 • atualizado em 14/02/2018 às 16h54

Cajazeiras mais uma vez realizou o maior carnaval da Paraíba. Foram cinco dias de festa com eventos que agitaram a cidade agradando a todos os públicos.

Os blocos de rua também mostraram que caíram no gosto do povo. Ao todo foram seis que desfilaram pelas ruas. Alguns arrastaram grandes multidões de pessoas e bateram seus recordes.

Na sexta-feira (09) quem abriu a folia de rua foi o bloco “Os Imprensados”, formado por membros da imprensa local. No sábado (10) foi a vez do irreverente “Bloco das Virgens” reunir milhares de homens e mulheres fantasiados.

VEJA TAMBÉM: Vereador se veste de mulher e faz homenagem a time paraibano no Bloco das Virgens em Cajazeiras

Bloco das Virgens

No domingo (11), o bloco “Amélia Nunca Mais” aproveitou o carnaval para fortalecer a luta feminista e homenageou a professora Mariana Moreira. Outro bloco que desfilou no domingo foi o “Bloco do Índio”, com direito a trio elétrico e abadá padronizado.

VEJA TAMBÉM: Professora é homenageada no bloco ‘Amélia Nunca Mais’ em Cajazeiras

VEJA AINDA: Bloco do Índio arrasta adultos e crianças no carnaval de rua de Cajazeiras

Bloco Amélia Nunca Mais

Na segunda-feira (12) foi a vez do tradicional “Bloco Cafuçu” arrastar seu maior público desde que foi fundado. Uma enorme multidão se concentrou na Rua Epifânio Sobreira e na Praça João Pessoa e depois saiu pelas ruas com a alegria e irreverência que são marca do bloco.

VEJA TAMBÉM: Irreverência e alegria do Bloco Cafuçu arrasta multidão pelas ruas de Cajazeiras

Bloco Cafuçu

No último dia rolou a 2ª edição do bloco “Dindin de Cajá”, que é voltado especialmente para a criançada, mas atrai pessoas de todas as idades. Apesar de ser um bloco caçula, o “Dindin” já tem um grande público fiel e a tendência é só crescer.

VEJA TAMBÉM: Bloco ‘Dindin de Cajá’ reúne milhares de crianças em Cajazeiras e se consagra entre os grandes

Bloco Dindin de Cajá

Corredor e espaços alternativos

As pessoas que procuravam outras diversões também encontravam. Se o folião quisesse curtir um som alternativo, bastava ir até o ‘Largo da Telemar’ e se ligar na Praça do Rock. Por lá passaram bandas locais que mandaram super bem.

E é impossível falar de carnaval sem falar em frevo. Pois bem! A Praça do Frevo ficou pequena para tanta gente e tanta animação dos foliões ao som de orquestras que tocaram as mais tradicionais músicas carnavalescas.

Praça do Frevo

Outro ponto que movimentou o carnaval de Cajazeiras foi a Praça dos Blocos com seus famosos ‘Paredões de Som’ reunindo milhares de pessoas. Este ano o bloco que se destacou foi o “Crush”.

O corredor da folia também reuniu uma grande multidão de foliões todas as noites com atrações regionais e também de renome nacional. Tudo sob um clima de paz.

SHOW DIÁRIO

Recomendado para você pelo google

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Se reforma da Previdência não cortar privilégios, sociedade deve ‘gritar’ contra ela, diz padre

INFRAESTRUTURA

VÍDEO: Chuvas destroem ruas de Cajazeiras que não são pavimentadas e moradores cobram ação da Prefeitura

VETERANO DA MÚSICA

VÍDEO: Em Cajazeiras, cantor de renome nacional critica sertanejo universitário: “Virou uma baderna”

COBRA REAJUSTE DE 2018

VÍDEO: Sindicalista elogia Zé Aldemir por salário de professores, mas diz que felicidade é ‘entre aspas’