header top bar

section content

NA TRILHA: 1º Festival da Jabuticaba de Gurinhém promete movimentar a região

O município de Gurinhém está localizado a 75 km de João Pessoa, mais precisamente na Serra do Catolé, região montanhosa, com 420 metros acima do nível do mar.

Por Redação Diário

27/02/2018 às 18h59 • atualizado em 27/02/2018 às 19h23

1º Festival da Jabuticaba de Gurinhém

Usando os versos do cantor Alceu Valença que diz: “Jabuticaba teu olhar noturno, beijo travoso de umbu cajá, pele macia, ai! carne de caju, saliva doce, doce mel, mel de uruçu “, a jabuticaba, fruta tipicamente brasileira, tem um “olhar noturno”, por ser de uma cor negra lindíssima, brilhante e a “carne” encantadoramente saborosa como a de um umbu cajá e doce como mel de uruçu, comprovada e aprovada pelos jornalistas que participaram do 1º Festival da Jabuticaba de Gurinhém, nesse final de semana.

VEJA MAIS MATÉRIAS DE CULTURA

O município de Gurinhém está localizado a 75 km de João Pessoa, mais precisamente na Serra do Catolé, região montanhosa, com 420 metros acima do nível do mar. O evento reuniu um expressivo número de pessoas do município e região circunvizinha. Para colher a fruta no pé, uma das atividades do festival, é percorrer uma trilha pela Serra do Catolé, onde ficam os pés de jabuticabas.

1º Festival da Jabuticaba de Gurinhém

A trilha é intensa e divertida e com belas paisagens e o visitante pode observar não somente os pés de jabuticabas, mas diversas outras frutas, a exemplo do coco catolé, o ariticum, e a exótica e em extinção, ubaia, fruta esta, que reza a lenda era a preferida da rainha Carlota Joaquina.

A partir do incentivo à cultura da jabuticaba, Gurinhém é conhecido como o município de maior produção da fruta e deverá em breve, entrar no circuito gastronômico com a venda da fruta in natura, de geléias, sorvetes, molhos, licores, cocadas, doces e outros derivados que se possa fazer com essa maravilhosa fruta negra.

1º Festival da Jabuticaba de Gurinhém

Em entrevista à imprensa o prefeito da cidade, Cláudio Madruga disse que espera colocar o município na rota do turismo paraibano, uma vez que, tem diversos atrativos culturais e econômicos por conta da produção significativa da fruta jabuticaba. “O primeiro passo para divulgar o nosso potencial turístico foi dado e agora aguardamos a presença do publico para conhecer essas potencialidades”, atestou o gestor.

1º Festival da Jabuticaba de Gurinhém

CULTURA DE SUBEXISTÊNCIA
Nem só de jabuticaba vivem os agricultores rurais do município de Gurinhém. Eles também cultivam macaxeira, inhame, batata, hortaliças, milho, feijão, fava e outras plantações, que fazem parte da produção local. A agricultora Marinalva Rodrigues é um exemplo desses moradores da Serra do Catolé, onde tem uma plantação diversificada de produtos advindos da agricultura de subsistência, incluindo também a jabuticaba. Dona Nalva como é mais conhecida, se disse muito feliz com o seu trabalho, pois foi através dele foi que criou seus filhos e pagou seus estudos.

1º Festival da Jabuticaba de Gurinhém

LEILA OLIVEIRA

VÍDEO

Jovem jornalista estreia programa na TV e conta tudo sobre o Atlético de Cajazeiras no Paraibano 2019

PRATICIDADE NA FISCALIZAÇÃO

VÍDEO: TCE-PB inaugura espaço digital público para ideias tecnológicas de controle dos atos públicos

GRUPOS SE ENFRENTAM NA 1ª FASE

VÍDEO: Dirigentes do Sertão comentam sorteio do Paraibano 2019. Atlético enfrentará o ‘grupo da morte’

ASSISTA!

Imagens de câmeras de segurança mostram assalto a comerciante em frente a banco na cidade de Patos