header top bar

section content

VÍDEO: Sucesso no Nordeste, cantor interpreta grandes bandas nacionais e internacionais no Xeque-Mate

Daniel Angelim é cearense e mora há 6 anos em Cajazeiras

Por Jocivan Pinheiro

16/11/2018 às 15h44 • atualizado em 16/11/2018 às 15h45

O programa Xeque-Mate desta semana recebeu o cantor cearense Daniel Angelim, que há 6 anos mora em Cajazeiras. Ele é natural do Iguatu-CE e sua influência musical vem da mãe, que gostava de ouvir flash backs internacionais. Destacam-se também seu avô, que era locutor e tocava violão, e sua avó que tocava violino e gravou um CD aos 72 anos de idade.

Daniel sempre ouviu grandes bandas internacionais e nacionais como Scorpions, U2, Elton John, Aerosmith, Rod Stewart, Roupa Nova, Yahoo, Fevers, Renato e seus Blue Caps, entre outros.

Mesmo sendo testemunha de Jeová, Daniel está sempre viajando para fazer shows em cidades da Paraíba, Ceará e Rio Grande do Norte, onde tem uma legião de fãs que o seguem. A agenda está lotada até dezembro, mas ele garante que canta todos os dias se aparecer contratos.

No Xeque-Mate, acompanhado do tecladista Wanderley Maia, Daniel cantou vários sucessos e a interação foi muito grande dos seus fãs através das redes sociais e do portal Diário do Sertão. O programa teve ainda a participação do amigo e empresário Edílson Lucena, que também cantou.

VEJA TAMBÉMCoveiro se emociona ao falar da profissão e lamenta que pessoas tenham ‘nojo’ dele

Daniel Angelim e o apresentador Fernando Antônio

Comentário extra

No final do programa, o apresentador Fernando Antônio falou sobre o assassinato de Francilânia Pinheiro, conhecida como Laninha, caso recente de feminicídio que chocou o Brasil. O marido da vítima, que é o principal suspeito, continua foragido.

SHOW DIÁRIO

DIÁRIO ESPORTIVO

VÍDEO: Na TV, dirigentes do Atlético de Cajazeiras explicam contratações fechadas e outras que ‘melaram’

NOVAS CRÍTICAS

VÍDEO: Para líder católico de Cajazeiras, o Nordeste será “um recanto esquecido” por Bolsonaro

CLIMA DE EMOÇÃO

VÍDEO: Amigos e familiares destacam o legado de Dr. Toinho durante velório do advogado em Cajazeiras

ECONOMIA

VÍDEO: Com fila zerada, Bolsa Família injeta quase R$ 2 milhões por mês em Cajazeiras, diz coordenador