header top bar

section content

VÍDEO: Organizador destaca lado social do Bloco das Virgens de Cajazeiras: “Queremos discutir homofobia”

Fundado há mais de 20 anos, o Bloco das Virgens de Cajazeiras chegou a correr o risco de ser extindo. Mas atualmente é um dos maiores do interior da Paraíba

Por Jocivan Pinheiro

01/03/2019 às 16h07 • atualizado em 01/03/2019 às 16h10

Um dos blocos mais aguardados do carnaval de rua de Cajazeiras é o tradicional Bloco das Virgens, onde a principal marca é a irreverência através das fantasias e encenações de personagens – geralmente homens travestidos de mulheres.

Como nos anos anteriores, o Bloco das Virgens se concentrará na avenida Presidente João Pessoa, neste sábado (02), e de lá sai desfilando pelas ruas da cidade, espalhando alegria, bom-humor e respeito às diferenças.

Fundado há mais de 20 anos, o bloco chegou a correr o risco de ser extindo. Mas hoje é um dos maiores do interior da Paraíba.

VEJA TAMBÉM: Bloco Os Imprensados abrem o carnaval de rua de Cajazeiras nesta sexta-feira; concentração é na avenida Presidente João Pessoa

Bloco das Virgens de Cajazeiras é um dos maiores do interior da Paraíba

Vereador Jucinério Félix, que é um dos organizadores do bloco, ressalta que, além da irreverência, o Bloco das Virgens também exerce um papel social importante, o do combate à homofobia.

“É a junção de todas as tribos. A gente pede muito respeito. Respeitar as companheiras mulheres. As mulheres também respeitarem os homens. Nós temos temas. O Bloco das Virgens não é o bloco dos homossexuais, é o bloco de todas as pessoas. Mas nós queremos também discutir a questão da homofobia. Respeitar a opção de cada um. O bloco também traz isso”, disse Jucinério.

SHOW DIÁRIO

Recomendado para você pelo google

RELAÇÃO COM EMPRESÁRIOS

VÍDEO: Prefeito de Cajazeiras não descarta fazer uma reforma tributária e manda recado para ‘algozes’

SERVIÇO MILITAR

VÍDEO: Quase 100 novos atiradores são incorporados ao Tiro de Guerra de Cajazeiras durante solenidade

TRIMESTRE CHUVOSO

VÍDEO: Açude Grande de Cajazeiras sangra pela primeira vez em 2019 e traz esperança para a população

ELITISMO?

VÍDEO: Escolas federais têm segurança, mas as outras são ‘destratadas’, afirma diretor em Cajazeiras