header top bar

section content

Jovem evangélica é expulsa de casa pela mãe após ter feito fotos sensuais

Paula Brito, representante de Minas Gerais, diz que só pode voltar para casa se abandonar o concurso e voltar a frequentar a igreja evangélica.

Por

17/11/2014 às 08h45

Paula sonha em ser modelo e deixou a igreja evangélica (Foto: Divulgação)

Em busca de mais votos no concurso Gata do Brasil, a candidata Paula Brito, representante de Minas Gerais, decidiu fazer um ensaio sensual de lingerie. O que ela não esperava era que sua mãe fossse desaprovar totalmente a iniciativa. Foi só publicar as fotos em redes sociais que Paula viu a confusão ser armada. A mãe, que é evangélica, teve uma discussão com a filha porque considerou o ensaio desrespeitoso e se sentiu envergonhada. E mais: disse que Paula só poderia voltar para casa se abandonasse o concurso e voltasse a frequentar a igreja, como fazia desde os 15 anos de idade. As fotos da discórdia são as que ilustram esta matéria.

"Minha mãe vai acabar esquecendo e me aceitando de volta em casa. É só uma fase dela, mas ela acaba aceitando. Enquanto isso vou ficar na casa de uma amiga", diz a moça.

Paula, que é empresária, sempre sonhou ser modelo e participar de concursos de beleza. A gata está em uma posição confortável no ranking do site do concurso. Na 8ª posição, Paula se classifica entre as 15 finalistas da primeira fase da votação online. A final acontece no dia 11 de dezembro, em São Paulo.

EGO

Tags:

Recomendado para você pelo google

VÍDEO

Secretária de Cajazeiras revela que lixão começou a funcionar irregular na cidade e falou de ação no MPF

JÁ GANHOU NOVE MEDALHAS

VÍDEO: Garotinho campeão de karatê vende trufas em Cajazeiras para participar do Mundial em Fortaleza

COBRANÇA

VÍDEO: Radialista diz que oposição deixa o prefeito de Sousa ‘à vontade para cometer irregularidades’

EVANGÉLICO DE OPOSIÇÃO

VÍDEO: Pastor de Cajazeiras diz que Bolsonaro está destruindo o país e não levou facada: “Foi uma farsa”