header top bar

section content

Luan Estilizado conta que foi adotado, teve 2ª mãe assassinada e relata amor por Amazan

Ao ouvir toda a trajetória de Luan, Regina não conteve a emoção e chorou. Ela fez ainda uma surpresa para o rapaz, trazendo seu pai Amazan para o palco.

Por

03/11/2014 às 17h21

Luan toca com Amazan no Esquenta da Globo. (Foto: Lucas Gabriel/RedeGlobo/ Divulgação)

O cantor Luan Estilizado participou no último domingo (03) do programa Esquenta na Rede Globo de Televisão, ocasião em que contou sua trajetória de vida e emocionou a apresentadora, Regina Casé.

Luan contou que, foi doado pela sua mãe biológica para que fosse criado por um casal. Aos nove anos de idade, o jovem Luan perdeu sua mãe de criação de uma forma trágica. Ela foi assassinada pelo atual companheiro, um policial. O fato ocorreu em uma noite de São João.

Após a tragédia, Luan foi assumido pelo irmão de Lúcia, sua mãe de criação. Amazan, seu pai e um dos responsáveis pelo seu sucesso, tem mais sete filhos e educou, além de registrar Luan como seu próprio filho.

Ao ouvir toda a trajetória de Luan, Regina não conteve a emoção e chorou. Ela fez ainda uma surpresa para o rapaz, trazendo seu pai Amazan para o palco. Juntos os dois cantaram “Asa Branca”.

Amazan falou sobre a felicidade de ter Luan como filho e revelou: “Se eu fosse nascer de novo, queria ser Amazan, queria ter oito filhos e, entre eles, Luan”.

Veja trecho do programa Esquenta 

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
ASSISTA!

Arquitetura, urbanismo e direitos humanos marcaram último episódio da temporada do Coisas de Cajazeiras

VÍDEO

Comemorando o dia dos Direitos Humanos, professor fala sobre os avanços da data no Diversidade em Foco

SERTÃO PRESTIGIADO

VÍDEO: Com cajazeirense na vice-presidência, OAB-PB empossa os eleitos para comandar a instituição

ÁGUA

VÍDEO: Prefeito de Santa Helena inaugura barragem na comunidade São Bento e açude já acumula água