header top bar

section content

Interview: Poeta repentista fala sobre dificuldades e lamenta falta de apoio

Sem condições financeiras, mas com coragem e sonhos, o poeta, repentista e violeiro, José Emílio de Morais, conhecido no meio artístico como Zé Morais, conseguiu muitas realizações em sua vida.

Por Priscila Belmont

21/07/2017 às 09h59 • atualizado em 21/07/2017 às 12h18



O programa Interview desta quinta-feira (20) teve a honra de receber o poeta, repentista e violeiro, José Emílio de Morais, conhecido no meio artístico como Zé Morais.

Sertanejo nascido no dia 23 de maio de 1964, no sítio Bandarra, região de São João do Rio do Peixe, quando criança enfrentou dificuldades. Órfão de mãe foi criado seguindo apenas os conselhos do pai. Desde os oito anos já escrevia poesias.

Fez sua primeira cantoria na residência de Ananias Lucas, no sítio Bandarra, onde nasceu. Seu parceiro se chamava Geraldo limeira. Firmou-se como profissional-repentista em 1974, fazendo o primeiro programa na Rádio Arapuã, em João Pessoa, em 1975.

Assumiu em Cajazeiras, na rádio Difusora, o programa “Violas e Trovadores”. Em Sousa, na rádio Progresso apresentou “O entardecer do Sertão”. Atualmente, é um dos titulares do programa “Nordeste ao Som da Viola”, pela rádio Alto piranhas, das 11:30 horas ao meio dia.

José Morais também foi vereador no município de São João do Rio do Peixe, assumindo o mandato por dois anos.

SHOW DIÁRIO 

COM OLIVAN PEREIRA

VÍDEO: Exoneração do sobrinho de Rivelino Martins e nomeação de Maura Sobreira agitam o Direto ao Ponto

CONTRA A LIBERAÇÃO

VÍDEO: Comandante da PM de Cajazeiras vê risco de aumentar crimes domésticos e fúteis com posse de arma

EM 2020

VÍDEO: Deputado federal sugere que Chico Mendes pode ser candidato a prefeito de Cajazeiras pelo PTB

UNA FREVO 2019

VÍDEO: Com 16 atrações, destaques nacionais e percurso do frevo, carnaval da cidade de Uiraúna é lançado