header top bar

section content

Maestro que tocou 50 carnavais em Cajazeiras pede ajuda para banda de música da cidade. Vídeo

Maestro Milton falou sobre sua inserção no mundo musical e sua constribuição cultural em Cajazeiras

Por

15/09/2014 às 19h00 • atualizado em 19/01/2019 às 13h41

Maestro Milton Cabrinha no programa Papo, Prosa e Poesia da TVDS

Estreou na TV Diário do Sertão o programa Papo, Prosa e Poesia apresentado por Ubiratan Diassis. Em seu primeiro dia na telinha, contou com a participação do maestro Luiz Lacerda, conhecido como Milton Cabrinha que completou 84 anos no último dia 23 de agosto.

Maestro Milton falou sobre sua inserção no mundo musical e sua constribuição cultural em Cajazeiras, através das Orquestras Manaíra e Chaveron. O maestro tocou 50 carnavais, sendo o primeiro deles, no ano de 1948.

Na ocasião, o maestro Milton falou sobre a trajetória de grandes nomes das orquestras cajazeirenses, a exemplo de Mozart Assis, Rivaldo Santana e Zé Hilton Trajano. Ele destacou também o talento dos músicos de Uiraúna.

Com relação à cultura na cidade de Cajazeiras, o maestro Milton fez um apelo para que o Poder Público dê mais apoio às bandas de música. “Fui maestro da banda Santa Cecília em Cajazeiras e fui obrigado a deixar porque não ganhava nem um salário mínimo”, disse.

Cultura

O Maestro contou tocou no primeiro carnaval organizado em Cajazeiras, no ano de 1948, realizado n o Clube 1º de Maio, com sede na Praça João Pessoa. “Era um grupo que começava a nascer”.

Trajetória
O maestro Milton nasceu no Crato, mas, sempre viveu em Cajazeiras. Na adolescência, se afastou dos estudos e foi aprender música. Herdou o apelido “Cabrinha” de seu pai.

Veja os vídeos!

Parte 01

Parte 02

Parte 03

Parte 04

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

FIQUE POR DENTRO

VÍDEO: Pesquisa do Procon mostra diferença de preços de combustíveis nos postos da cidade de Cajazeiras

FOLIA RETRÔ

VÍDEO: Festa reviverá o antigo carnaval de Cajazeiras com blocos tradicionais e banda que marcou geração

ROMPIDOS EM 2018

VÍDEO: Jucinério admite que não é impossível reaproximação com José Aldemir e fala em ‘fofocas’ no grupo

ENTREVISTA

SEGURANÇA PÚBLICA: Programa Xeque Mate recebe o delegado seccional de Cajazeiras Gláuber Fontes