header top bar

section content

Nicholas Santos leva prata nos 50m borboleta e é o mais velho a subir no pódio

Brasileiro de 37 anos fica apenas 0s04 atrás do britânico Benjamin Proud e quebra um recorde que era dele mesmo: o atleta mais velho da história a ganhar medalha no Mundial

Por Priscila Belmont

24/07/2017 às 17h21

© REUTERS / Bernadett Szabo

Nicholas Santos, de 37 anos, tinha idade para ser pai de alguns dos atletas que caíram na água com ele para a disputa dos 50m borboleta no Campeonato Mundial, que está sendo disputado em Budapeste, na Hungria. Mas seu filho de verdade, o pequeno Nicholas, de um ano, é que estava na arquibancada para empurrar o “papai” para a medalha de prata no Mundial. Atleta mais velho de toda a competição, o brasileiro foi ao pódio nesta segunda-feira com o tempo de 22s79, apenas 0s04 atrás do britânico Benjamin Proud, que nadou para conquistar o ouro com 22s75. Fechou o pódio o ucraniano Andrii Govorov, com 22s84. O brasileiro Henrique Martins foi sexto, com 23s14.

A prata de Nicholas faz ele quebrar um recorde que era dele mesmo: o mais velho a ir ao pódio em um Mundial de piscina longa. Medalhista de prata nos 50m borboleta no Mundial de 2015, na Rússia, quando tinha 35 anos e cinco meses, já era o mais velho a ir ao pódio em toda a história. Agora, aumentou o desafio do recorde para os rivais.

“Estou muito feliz. Hoje eu sou o medalhista mais velho da história do mundial, e continuo com o melhor tempo do ranking”, disse Nicholas

Globo Esporte

DEPENOU O GALO

VEJA OS GOLS: Atlético de Cajazeiras vence o Treze de Campina e assume a liderança isolada do Paraibano

NA TELA DA TV DIÁRIO

Diário Esportivo traz tudo sobre a 2ª rodada do Paraibano; Tático narra gol da vitória do Atlético

SE CUIDE!

VÍDEO: No Janeiro Branco, Diversidade em Foco promove uma ‘Conversa sobre suicídio e como evitá-lo?’

RECONHECIMENTO

Prefeito de Sousa garante ajuda mensal ao médico cubano: “Eu irei ajudá-lo em todos os momentos”