header top bar

section content

Melhor do mundo, Cristiano Ronaldo tem baixo rendimento no Espanhol

Cristiano tem tido uma temporada doméstica bastante atípica

Por Priscila Belmont

03/11/2017 às 09h05

© Reuters

Os últimos meses têm sido altamente positivos para Cristiano Ronaldo. O atacante ganhou a Liga dos Campeões pelo Real Madrid como artilheiro, classificou Portugal para a Copa do Mundo e recentemente foi coroado pela Fifa como o melhor jogador do planeta pela quinta vez. Mas existe um fator que impede que tudo venha sendo perfeito para o craque. E ele atende pelo nome de Campeonato Espanhol.

Acostumado a ter médias superiores a um gol por jogo, disputar a artilharia de todos os torneios e ver sua equipe brigando por todos os títulos, Cristiano tem tido uma temporada doméstica bastante atípica. Seus números no Espanhol são bem ruins para seus padrões (só um gol em seis jogos), e o Real está apenas na terceira posição, quatro pontos atrás do Valencia e a oito de distância do líder Barcelona.

O baixo rendimento do português no campeonato nacional é ainda mais chamativo quando se vê que na Liga dos Campeões ele segue em nível altíssimo. O camisa 7 é o atual artilheiro do torneio, com seis gols em quatro jogos -foi dele, por exemplo, o gol de honra do Real Madrid na derrota por 3 a 1 para o Tottenham na rodada passada.

DIFICULDADE COLETIVA

Cada vez mais um jogador terminal, que participa menos da construção das jogadas e é mais determinante dentro da área para finalizar, Cristiano Ronaldo tem sofrido com as dificuldades coletivas do Real Madrid recentemente. A equipe tem mostrado lentidão na circulação de passes e sofrido para superar defesas bem organizadas -foi assim na derrota por 2 a 1 para o Girona no no último domingo (29).

Na liga espanhola, CR7 tende a sair mais da referência na frente para buscar jogo. Tanto que os únicos números que são mais positivos no Espanhol do que na Liga dos Campeões são o de passes importantes por jogo e o de assistências. Até por participar mais, ele também erra mais passes.

Já o principal atributo do português, a capacidade de finalização, tem tido bem menos oportunidades de aparecer em âmbito doméstico, o que prejudica suas atuações.

Na derrota para o Tottenham, os problemas que o Real vinha mostrando no Espanhol se repetiram também na Liga dos Campeões. Cristiano deixou o campo irritado e reclamou das saídas de alguns jogadores, como Pepe, James Rodríguez e Morata.

Cabe ao treinador Zidane recuperar a fluidez demonstrada na temporada passada e nos primeiros jogos da Champions -e fazer com que os números de seu craque voltem ao patamar de sempre. Com informações da Folhapress.

CONFIRA OS NÚMEROS DE CRISTIANO EM CADA TORNEIO

CAMPEONATO ESPANHOL

6 jogos

540 minutos

1 go

l1 assistência

1,8 passes importantes por jogo

6,7 chutes por jogo

76,4% de acerto de passes

1,2 drible por jogo

0,8 perdas de bola por jogo

1,8 domínios ruins por jogo

LIGA DOS CAMPEÕES

4 jogos

360 minutos

6 gols

0 assistências

0,8 passes importantes por jogo

7,3 chutes por jogo

86,3% de acerto de passes

1,8 drible por jogo

0,3 perdas de bola por jogo

0,5 domínios ruins por jogo

Notícias ao Minuto

Recomendado para você pelo google

SAÚDE PÚBLICA

VÍDEO: Mensagem Empresarial recebe especialista em saúde pública e fala de práticas integrativas do SUS

DESCONTRAÇÃO

VÍDEO: Sucesso na internet, Gleyfy Brauly e MC Nem animam o programa Xeque Mate dessa semana

ENTREVISTA EXCLUSIVA

VÍDEO: Ricardo diz que sabia de ‘inimigos’ no governo, diz que PSB estava acomodado e alerta Azevêdo

CRIMINALIDADE

VÍDEO EXCLUSIVO: Homem é brutalmente assassinato em Cajazeiras; esposa conta detalhes do homicídio