header top bar

section content

Grêmio renova com Renato Gaúcho por mais uma temporada

O treinador vivia em um hotel desde sua chegada ao Grêmio. Agora, contudo, deu início à procura de uma casa em Porto Alegre

Por Priscila Belmont

21/12/2017 às 09h38

© DR

O Grêmio anunciou ter chegado a um acordo com Renato Gaúcho para a renovação de contrato. Dessa maneira, o treinador permanecerá no Rio Grande do Sul por mais uma temporada.

Em nota oficial em seu site, o Grêmio informou que o contrato de Renato Gaúcho foi estendido até o final de 2018.

Campeão da Libertadores e vice do Mundial neste ano, Renato está no comando do Grêmio desde setembro de 2016, quando substituiu Roger Machado. Ainda naquela temporada, o treinador conduziu a equipe ao título da Copa do Brasil.

A renovação do contrato trará uma mudança para Renato Gaúcho. O treinador vivia em um hotel desde sua chegada ao Grêmio. Agora, contudo, deu início à procura de uma casa em Porto Alegre.

A cidade de Gravataí, na região metropolitana de Porto Alegre, foi o primeiro local a ser visitado. Depois houve ronda pelas ilhas do Guaíba, uma área mais retirada e com algumas casas de luxo. Os endereços possuem uma característica em comum: proximidade com o CT Presidente Luiz Carvalho e Arena do Grêmio.

O plano de Renato é conseguir ter uma vida ‘fora da caixa’. Mas sem problemas com trânsito e que seja funcional. Ou seja, próximo do eixo do trabalho CT-estádio.

Com técnico definido, o Grêmio inicia o planejamento para a próxima temporada, com contratações e dispensas de jogadores.

Notícias ao Minuto

"AQUI NESSA MESA DE BAR"

VÍDEO: Homenagem a garçons de Cajazeiras no programa Xeque-Mate tem música, drinks e boas histórias

SAÚDE E BEM-ESTAR

VÍDEO: Sangramento nas regiões do reto e do ânus pode ser sinal de doença grave, avisa médico

APOIO DE CRAQUE

VÍDEO: Embaixador do Campeonato Paraibano, Hulk diz que está à disposição para ajudar clubes do Sertão

COMISSÃO DE DIREITOS HUMANOS

VÍDEO: Para advogado da OAB de Cajazeiras, investir em presídios e não em escolas é ‘enxugar gelo’