header top bar

section content

VÍDEO: Presidente do Sousa denuncia proteção ao Botafogo, pede “moral” ao presidente da FPF e ataca arbitragem: “Toma jogo na cara”

Aldeone Abrantes denunciou “superproteção” aos times grandes, para que não fiquem fora da Copa Nordeste. "É vergonhoso”,

Por Luzia de Sousa

12/01/2018 às 00h41

O presidente do Sousa Esporte Clube, Aldeone Abrantes, em entrevista à TV Diário do Sertão esta semana reclamou da forma como é conduzido o Campeonato Paraibano. “No dia que deixarem o campeonato ser resolvido só em campo, o campeonato da Paraíba vai crescer”, observou ele.

+ Presidente do Sousa diz que time é um dos candidatos a campeão e dá declaração polêmica sobre federação

Aldeone Abrantes denunciou “superproteção” aos times grandes, para que não fiquem fora da Copa Nordeste. “Enquanto tiver com isso não vamos sair do canto, porque termina o campeonato, maquiado aí vão para o Campeonato Brasileiro. É vergonhoso”, declarou o sousense.

Ele citou o Botafogo, e revelou que o time da cidade de João Pessoa tem 32% dos recursos do “Gol de Placa” (programa do Governo da Paraíba), e reclamou que apenas dois times recebem os investimentos de 9%, que o presidente disse ser milionário, da Copa Nordeste, defendendo que deveria ser dividido entre os outros clubes.

O sousense explicou que o time da capital tem o maior percentual do “Gol de Placa”, 32%, enquanto o Treze tem 20%, e 44% é dividido para 8 clubes da Paraíba. “É uma diferença estratosférica”.

Aldeone volta a atacar arbitragem (Foto: reprodução vídeo)

Arbitragem
Segundo Aldeone, o campeonato já começa sem seriedade , destacou o papel fundamental da arbitragem, e mandou recado: “Deixe os times jogarem. Já tem o dinheiro para formar time bom. Quem tem competência se estabelece companheiro, não precisa está com ajuda de fora”.

Ele alegou que “tiraram” o Sousa da competição no ano passado e falou de erros cometidos: “Se você pegar as fitas do ano passado, o Sousa ficou fora da competição. Tiraram o Sousa. Nós perdemos nove pontos assim, os caras chegaram e tiraram. Não foi erro de dúvida não. Cabra [sic] anulou gol aqui do Sousa de cabeça e escanteio, nunca vi isso na minha vida”, lamentou o presidente.

Perseguição
O sousense revelou que é perseguido por pedir que o campeonato seja decidido em campo, sem ajuda de “fora”, e contou que faz o mesmo pedido em reuniões com a Federação Paraibana de Futebol.

O sousense fez denúncias graves contra o Campeonato Paraibano (Foto: Reprodução do vídeo)

O presidente do Sousa aproveitou para alfinetar o presidente da FPF, Amadeu Rodrigues: “Eu no lugar do Amadeu chamava a arbitragem; ‘venha cá, sente aqui, meu amigo eu não quero mais ouvir falar mais de erro’”, destacando que todos podem errar, mas voltou a atacar a arbitragem, “agora do jeito que os caras fazem; cara olha pra tua cara e, vou tomar seu jogo e toma mesmo”.

Sem condições
O presidente do dinossauro do Sertão confidenciou que foi prejudicado por Roberto Lima, e ao chegar em Patos para disputar uma decisão estava lá o mesmo árbitro. “Não tem condições de apitar um jogo. Todo jogo é confusão”, reclamou Aldeone.

FPF
Ele disse não ter nada contra o presidente da federação, mas cobrou “moral” por parte de Amadeu Rodrigues: “Tem que botar moral. Tem que ter um campeonato justo, limpo. Deixa os caras jogar”, pediu o presidente do Sousa

DIÁRIO ESPORTIVO

TOTALMENTE RENOVADO

VÍDEO: Com mais elegância e tecnologia, novo carro da Wolkswagen é lançado com festa em Cajazeiras

ENTREVISTA

VÍDEO: João Azevêdo garante que tem planos para fortalecer produção de leite e área da saúde em Pombal

ALÍVIO

VÍDEO: Para vice-presidente do SINDIÁGUA, eleição de João Azevêdo afasta risco de privatização da Cagepa

FASE DE 'ÓCIO'

VÍDEO: Aposentado, jornalista da PB cita ex-colegas da imprensa que ele admira e diz se pretende voltar