header top bar

section content

Sousa vai ao STJD, pedindo a suspensão do Paraibano, e critica o TJDF-PB e a FPF

Dinossauro questiona o tratamento diferenciado da Justiça Desportiva da Paraíba com relação ao seu pedido e ao do Botafogo-PB e pede ao Superior Tribunal que resolva o problema

Por Globo Esporte PB

19/03/2018 às 15h00

Advogado do Sousa, Marcelo Santiago (Foto: Elise Duque/Assessoria do TJDRJ)

Como teve o seu mandado de garantia com pedido de liminar negado pelo Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol da Paraíba (TJDF-PB), o Sousa recorreu ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), solicitando a paralisação do Campeonato Paraibano até que seja julgada a sua ação, na tentativa de substituir o Serrano-PB na semifinal do estadual, contra o Campinense.

Além de fazer essa solicitação, o Dinossauro reclama, no documento, da postura da Federação Paraibana de Futebol (FPF) e do TJDF-PB em usar dois pesos distintos – um para o clube sertanejo e um para o Botafogo-PB – em questionamentos que o Sousa considera semelhantes. O Alviverde aguarda o posicionamento do STJD.

Após o presidente Aldeone Abrantes avisar que lutaria até o fim pela vaga do time sousense como semifinalista do Campeonato Paraibano de 2018, o departamento jurídico do clube sertanejo enviou ao STJD uma medida urgente como única saída possível. O documento é datado desse domingo e assinado pelo advogado Marcelo Santiago. A bronca do Sousa parte do pressuposto de que a ação inicial do clube não foi sequer analisada pelo TJDF-PB, que indeferiu o processo sob a alegação de que o Serrano-PB tem o direito à vaga por ter decidido em confronto direto com o CSP.

No entanto, ainda segundo o advogado do Dino, o Tribunal paraibano não avaliou as brechas deixadas pelo regulamento como o fez na medida deferida em favor do Belo e negou o pedido do Sousa sem cogitar julgamento. O clube sertanejo, inclusive, chega a questionar se o tratamento diferenciado se deu apenas pela diferença de grandeza entre as duas agremiações.

O Botafogo-PB também questiona o regulamento e pede vantagem contra o Treze em uma das semifinais. O pedido foi acatado pelo presidente do TJDF-PB, Lionaldo Santos Silva, na última sexta-feira, e o jogo entre Belo e Galo, que aconteceria no último domingo, foi adiado. Vale lembrar que o Alvinegro de Campina Grande recorreu ao STJD e conseguiu derrubar a medida do Tribunal da Paraíba. O Superior Tribunal exigiu que o jogo entre as equipes fosse realizado o quanto antes, e a FPF já remarcou o duelo para o próximo domingo.

O documento enviado pelo Sousa ao STJD pede a inclusão imediata do Dinossauro na semifinal e também a anulação ou suspensão dos registros dos resultados das partidas entre Serrano-PB e Campinense. O primeiro jogo entre as equipes foi realizado neste domingo com vitória do Lobo da Serra.

“Portanto se faz urgente e necessário o deferimento de medida liminar para suspensão do Campeonato Paraibano até que seja julgado o mérito do presente Mandado de Garantia, conforme expresso no caput do art. 93 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva”, diz um trecho do pedido do Sousa, encaminhado ao STJD.

Vale lembrar que os questionamentos ao regulamento e a reivindicação pela vaga na semifinal – em lgar do Serrano-PB – se ancoram no Art. 9º do regulamento da competição, que trata do sistema de disputa. O Dino entende que o parágrafo 3º que deixa explícito que os dois clubes com maior índice técnico somadas as duas primeiras fases teriam direito às duas vagas restantes nas semifinais.

Neste caso, o Sousa, que fechou a primeira e segunda fases com 23 pontos, compara a sua campanha com a do Lobo da Serra, que encerrou as fases com apenas 17 pontos. A redação do texto diz que “os dois melhores clubes de índice técnico, somados os resultados obtidos na primeira e segunda fases do Campeonato, ficam definidos como terceiro e quarto colocados e classificados à semifinal”.

O Sousa aguarda agora um posicionamento do STJD para avaliar os próximos passos no ano.

Fonte: https://globoesporte.globo.com/pb/futebol/campeonato-paraibano/noticia/sousa-vai-ao-stjd-pedindo-a-suspensao-do-paraibano-e-critica-o-tjdf-pb-e-a-fpf.ghtml

AÇÃO SOCIAL

VÍDEO: Igreja evangélica distribui alimentos e roupas para famílias carentes em bairro de Cajazeiras

CRIANÇADA NA PRAÇA

VÍDEO: Festa do Dia das Crianças com brindes, música e teatro atrai multidão na cidade de Monte Horebe

DIA DOS PROFESSORES

VÍDEO: Prefeito grava mensagem para os professores da ‘cidade educadora’: “Ensinar é transformar vidas”

MÊS ESPECIAL

VÍDEO: Paróquia Nossa Senhora de Fátima em Cajazeiras encerra festa neste sábado com mensagem de paz