header top bar

section content

1º título da ‘era Neymar’: Paris SG bate Monaco e conquista Taça

Atacante brasileiro foi desfalque por conta de lesão no pé

Por Notícias ao Minuto

01/04/2018 às 08h44

PSG é o campeão da Copa da Liga Francesa (Foto: Reprodução / PSG)

Pela oitava vez, o PSG é campeão da Copa da Liga Francesa. Neste sábado (31), o time parisiense venceu o Monaco por 3 a 0, em Bordeaux, e faturou o título pelo quinto ano consecutivo. Cavani (duas vezes) e Di María marcaram os gols do triunfo. Esta foi a primeira conquista da equipe na “era Neymar” -o atacante foi desfalque por conta de lesão no pé.

Maior vencedor do torneio, o PSG entrou em campo disposto a manter a tradição e faturar o primeiro troféu da temporada. Com pressão desde os instantes iniciais, o time comandado por Unai Emery não deu chances ao rival e se impôs para ficar com troféu. A decisão ainda contou com participação crucial do árbitro de vídeo (VAR), responsável por marcar um pênalti a favor e anular um gol contra a equipe de Paris.

O título serve como alento para amenizar a pressão no Paris Saint-German após a frustração pela queda precoce na Liga dos Campeões (a equipe foi eliminada pelo Real Madrid nas oitavas de final). Agora, a equipe volta às atenções para o Campeonato Francês, no qual o time está bem próximo de confirmar a conquista, e para a semifinal da Copa da França contra o Caen.

Pelo segundo ano consecutivo, Paris Saint-Germain e Monaco se encontraram na decisão da Copa da Liga Francesa. No ano passado, o PSG ficou com o título após golear por 4 a 1. Nesta temporada, o time de Paris voltou a bater o rival para ficar com o troféu. Vale lembrar que no Campeonato Francês, curiosamente, o PSG lidera com folga justamente à frente do Monaco.

Diante do ex-time, Mbappé foi um dos grandes nomes da final. O francês teve atuação decisiva e deu assistência para os três gols da equipe. O atacante também teve boas oportunidades de marcar, mas (ao contrário dos passes) falhou na pontaria. Mesmo sem o gol, Mbappé foi o eleito o melhor jogador da decisão.

O árbitro de vídeo teve participação decisiva na etapa inicial da decisão. Logo aos quatro minutos, a primeira polêmica: Mbappé passou por três adversários e foi derrubado dentro da área. O juiz marcou pênalti, mas logo depois voltou atrás. O VAR precisou entrar em ação para que a arbitragem confirmasse a penalidade a favor do PSG.

Com a confirmação do pênalti, Cavani foi para a bola e abriu o placar para o time parisiense. O goleiro Subasic chegou a tocar na bola, mas não conseguiu evitar o gol do uruguaio.

O VAR voltaria a entrar em ação ainda no primeiro tempo para “salvar” o PSG. Aos 38 minutos, Falcao García recebeu cruzamento dentro da área e desviou de cabeça para o gol. O colombiano partiu para a comemoração e as equipes já estavam posicionadas para o reinício da partida quando a arbitragem anulou o lance após consultar o vídeo.

O PSG controlava a posse de bola mesmo com a vantagem no placar, mas foi de um contra-ataque que saiu o segundo gol da equipe. Aos 21 do primeiro tempo, Mbappé escapou em velocidade e conseguiu uma bela enfiada e bola para deixar Di María em condição de marcar. O argentino avançou pela esquerda e bateu cruzado para ampliar.

A etapa inicial só não terminou com um número ainda maior de gols por conta da falta de pontaria dos atacantes das duas equipes. A primeira grande chance foi desperdiçada pelo Monaco, aos 34 minutos. O brasileiro naturalizado português Rony Lopes ficou cara a cara com Trapp e finalizou por cobertura. A bola tirou tinta da trave e foi para fora.

Após a ameaça, a resposta do PSG aconteceu logo no minuto seguinte. Assim como o rival, no entanto, o time parisiense pecou na precisão. Mbappé deu passe açucarado para Cavani, que completou da pequena área e mandou para fora.

Com a vantagem no placar, o PSG adotou postura diferente na segunda etapa. A equipe diminuiu o ímpeto após abrir 2 a 0 e conduziu o jogo sem sofrer sustos. A situação que já era confortável foi sacramentada aos 40 minutos do segundo tempo quando Cavani o segundo dele na partida.

O uruguaio tabelou com Mbappé e recebeu dentro da área para completar para a rede. Foi o gol de número 35 em 41 jogos na temporada.

O título da Copa da Liga Francesa foi o 36º da carreira do brasileiro Daniel Alves. Com isso, ele superou a marca de Ryan Giggs, ídolo do Manchester United, que faturou 35 troféus. Agora, o lateral-direito só está atrás de Pelé, campeão 37 vezes ao longo da carreira.

A derrota para o PSG não custou somente o título da Copa da Liga Francesa ao Monaco. Com o resultado em Bordeaux, a equipe viu acabar uma sequência de nove jogos de invencibilidade na temporada. O último revés havia sido no em 24 de janeiro, quando foi derrotado por 2 a 1 pelo Lyon na Copa da França. Com informações da Folhapress.

Fonte: Notícias ao Minuto - https://www.noticiasaominuto.com.br/esporte/571535/1-titulo-da-era-neymar-paris-sg-bate-monaco-e-conquista-taca

Tags:
VÍDEO

Músico dá show no Acústico Diário e anuncia novo CD de trabalho; ele contou sobre o início da carreira

57 ANOS

VÍDEO: Prefeito prepara obras para serem entregues no dia da cidade em Santa Helena e convida população

MAIS UMA ESPECIALIDADE

VÍDEO: Clínica de Cajazeiras conta agora com médico especialista em doenças do intestino, reto e ânus

EPISÓDIO 14

VÍDEO: Coisas de Cajazeiras mostra trajetória do ex-prefeito Chico Rolim e fala de segurança no trabalho