header top bar

section content

Cobrando moralização no futebol da Paraíba, Desportiva cogita ir à Justiça

Presidente do clube, Domingo Sávio entende que o Azulão do Brejo foi prejudicado no Paraibano deste ano e avalia se vai entrar com Ação no Tribunal de Justiça Desportiva local ou no STJD

Por Globo Esporte PB

18/04/2018 às 09h10

Domingos Sávio, presidente da Desportiva Guarabira, fala sobre entrar na Justiça (Foto: Hévilla Wanderley / GloboEsporte.com/pb)

Enquanto a Operação Cartola – encabeçada pela Polícia Civil e pelo Ministério Público – investiga um suposto esquema de corrupção no futebol paraibano, a Desportiva Guarabira cogita a possibilidade de procurar a Justiça Desportiva para buscar seus direitos. O presidente do clube, Domingos Sávio, confirmou que estuda a hipotese de entrar com alguma representação junto ao Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol da Paraíba (TJDF-PB) ou ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), na tentativa de restabelecer a verdade e a moralidade do futebol local.

Domingos Sávio contou também que está à disposição do Ministério Público da Paraíba e da Polícia Civil para esclarecer qualquer dúvida. O dirigente se disse um dos mais prejudicados pelo possível esquema de manipulação de resultados, que é objeto de investigação da Operação Cartola.

– Nós fomos prejudicados e eu já questionei isso com a Federação. Minhas coisas são muito certas. Nós não fomos flagrados em nada. Quero que o nosso futebol seja passado a limpo. Estou à disposição da polícia se eles quiserem me ouvir. Da minha parte, eu só quero esclarecer – afirmou o presidente da Desportiva.

Apesar de querer ir aos tribunais, a diretoria da Desportiva ainda não sabe ao certo a qual esfera da Justiça Desportiva vai recorrer. Domingos Sávio afirmou que vai conversar com o departamento jurídico para decidir qual é o melhor momento e argumento para entrar com a ação.

– Estamos esperando o desenrolar das coisas. Vamos ver se aconteceu algum jogo em que fomos prejudicados e vamos denunciar. Eu tiv um trabalho grande para receber o Gol de Placa, atrasei o salário dos jogadores desde fevereiro, como diabo eu vou me envolver num negócio desses? – disse indignado Domingos Sávio.

Como jogou a 1ª divisão do Campeonato Paraibano deste ano, o Azulão de Guarabira também está sendo investigado na operação do MP e da Polícia Civil. Segundo o delegado Lucas Sá – que está chefiando a investigação -, 80 pessoas estão sendo investigadas e, entre eles, todos os dirigentes da elite estadual de 2018.

A investigação está acontecendo em segredo de Justiça. No entanto, a Polícia Civil no fim de semana três dos jogos que estão sob forte suspeita: Botafogo-PB 3 x 3 CSP, pela sétima rodada da primeira fase do Paraibano, Nacional de Patos 0 x 2 CSP, pela nona rodada, e Botafogo-PB 3 x 1 Sousa, pela repescagem para a semifinal.

Confira a íntegra da nota da Desportiva:

“Associação Desportiva Guarabira, vêm de público repudiar veementemente os últimos fatos acontecidos e expressa a sua preocupação com futebol paraibano, principalmente logo após a referida “Operação Cartola”, deflagrada pela Policia Civil e o Ministério Público da Paraíba, neste momento de total decepção e tristeza por tudo que está acontecendo, o nosso clube analisa a possibilidade de entrar com uma ação na justiça para o restabelecimento da verdade e da moralidade do futebol paraibano”.

Fonte: Globo Esporte PB - https://globoesporte.globo.com/pb/futebol/times/desportiva-guarabira/noticia/cobrando-moralizacao-no-futebol-da-paraiba-desportiva-cogita-ir-a-justica.ghtml

DIÁRIO ESPORTIVO

VÍDEO: Na TV, dirigentes do Atlético de Cajazeiras explicam contratações fechadas e outras que ‘melaram’

NOVAS CRÍTICAS

VÍDEO: Para líder católico de Cajazeiras, o Nordeste será “um recanto esquecido” por Bolsonaro

CLIMA DE EMOÇÃO

VÍDEO: Amigos e familiares destacam o legado de Dr. Toinho durante velório do advogado em Cajazeiras

ECONOMIA

VÍDEO: Com fila zerada, Bolsa Família injeta quase R$ 2 milhões por mês em Cajazeiras, diz coordenador