header top bar

string(16) "diario-esportivo"

section content

VÍDEO: Presidente da FPF se reúne com clubes do Sertão e promete campeonato honesto e transparente

Nosman Barreiro disse que sua gestão pretende descentralizar a FPF e reuniões como essa serão frequentes

Por Jocivan Pinheiro

18/07/2018 às 17h31 • atualizado em 18/07/2018 às 17h35

O presidente da Federação Paraibana de Futebol (FPF), Nosman Barreiro, se reuniu com representantes dos clubes do Sertão para ouvir reivindicações e propostas de fortalecimento do futebol da região.

Após estourar o escândalo da compra de resultados no Campeonato Paraibano, dirigentes do interior querem garantias de que nas próximas edições da competição haverá lisura e transparência para que as disputas entre clubes pequenos e clubes grandes fiquem apenas entre as quatro linhas do gramado.

Em entrevista à TV Diário do Sertão, Nosman disse que sua gestão pretende descentralizar a FPF e por isso reuniões como essa serão frequentes, inclusive contando também com torcedores.

“Nossa intenção é descentralizar e a presidência da federação sair do gabinete. Foi a primeira reunião de outras que vão ter, porque nossa finalidade é essa integração direta com os clubes e torcedores para poder fomentar o que for preciso para o futebol da Paraíba, levando transparência e lisura total para que todos tomem conhecimento do que os vamos fazer, dos nossos projetos futuros em prol do futebol paraibano”.

VEJA TAMBÉMAmadeu Rodrigues é afastado da presidência da FPF após Justiça acatar denúncia

Nosman Barreiro, presidente da FPF

Nosman afastado também

Nosman Barreiro havia assumido a presidência da FPF após a Justiça determinar o afastamento imediato do ex, Amadeu Rodrigues. Porém, representantes de 12 clubes votaram pela destituição de Barreiro em assembleia realizada na tarde desta segunda-feira (16) em João Pessoa. Apenas uma equipe votou pela permanência do atual mandatário e outros três clubes se abstiveram da votação. Após a assembleia, os clubes elegeram uma junta administrativa para o órgão.

Contudo, Nosman afirma que a assembleia não teve respaldo legal, por isso ele prestou queixa na polícia e ainda protocolou uma petição junto aos órgãos que estão investigando o futebol paraibano para que a ata feita na reunião seja anulada.

“A maioria desse pequeno grupinho é de pessoas que saíram totalmente da gestão anterior e grande parte está sendo investigada, então a Paraíba toda vai tomar conhecimento disso. São pessoas insatisfeitas porque saíram dessa organização criminosa, só que não têm apoio dos clubes nem da população”, disse Nosman.

DIÁRIO ESPORTIVO

NA PARAÍBA

OPINIÃO: Atraso de salários e falta de obras podem custar derrotas em 2020 a prefeitos do Alto Sertão

FIM DA NOVELA

VÍDEO: Irmãos Lira permanecem no comando do Atlético de Cajazeiras e já anunciam 17 jogadores de fora

REPORTAGEM ESPECIAL

VÍDEO: Igualdade de direitos entre brancos e negros é mito, afirma ativista social de Cajazeiras

OPORTUNIDADE

VÍDEO: Primeira etapa de venda do melhor loteamento do Sertão da PB continua aberta; saiba as vantagens