header top bar

section content

Ederson considera empate injusto, mas aposta na invencibilidade em casa para eliminar o Campinense

Técnico do Atlético-PB afirma que o seu time foi superior à Raposa em pleno Amigão, mas quer a equipe mais agressiva para derrotar o Rubro-Negro e voltar a decidir o estadual após 12 anos

Por Globo Esporte PB

02/04/2019 às 08h26

Campinense e Atlético-PB fizeram um jogo equilibrado, com 1 a 1 no placar (Foto: Samy Oliveira/Campinense)

Tudo igual na primeira partida semifinal do Campeonato Paraibano de 2019. Campinense e Atlético de Cajazeiras fizeram um jogo equilibrado no Estádio Amigão na tarde desse domingo, mas, ao final dos primeiros 90 minutos, ninguém saiu vencedor. O 1 a 1 confirmou que o desfecho vai ser descoberto mesmo no Sertão da Paraíba, no próximo domingo, no Perpetão. Apesar da igualdade no marcador, teve gente que não saiu tão satisfeita com o resultado. O técnico do Trovão Azul, Ederson Araújo, considerou o placar injusto, tendo em vista o que o seu time produziu jogando longe de casa. No entanto, para o comandante, agora é o momento de se fechar para manter a invencibilidade em casa e, assim, voltar a decidir o estadual depois de 12 anos.

Após um primeiro tempo sem ninguém balançar as redes, o Campinense foi quem saiu na frente logo no início da segunda etapa. Romeu veio do banco de reservas e anotou o gol da Raposa. Após o lance, o time visitante melhorou, chegando ao empate com Yerien, que também estava na suplência.

Avaliando a partida como um todo, Ederson Araújo entende que os atleticanos mereciam a vitória. Segundo o treinador, a Raposa jogou no erro de sua equipe. Porém, considerou o resultado satisfatório.

– Na minha opinião, o Atlético-PB merecia a vitória, tivemos um volume bem maior durante a partida. Mas, por uma infelicidade nossa e com o adversário jogando no nosso erro, eles conseguiram marcar. De qualquer forma, não foi um resultado ruim. Empatar fora de casa contra um time de camisa como o Campinense não é de todo mal – afirmou o técnico atleticano.

Agora, os dois times viram a página. Para chegar à decisão no tempo normal, tanto Atlético-PB quanto Campinense vão precisar vencer no Estádio Perpetão, em partida que acontece no domingo, em Cajazeiras. Se terminar empatada, a disputa vai para as penalidades.

Entretanto, Ederson Araújo não quer nem saber de pênaltis, o treinador aposta mesmo é num Estádio Perpetão cheio, com a torcida colaborando do primeiro ao último minuto. E mais, o comandante se apega à boa campanha que o Trovão Azul faz no estadual até então: não foi derrotado nenhuma vez dentro de casa.

– O clima lá é completamente diferente do daqui. A torcida é fundamental, a temperatura também costuma nos ajudar, vamos nos preparar bastante para o jogo da volta. Não perdemos nenhuma partida dentro de casa até aqui e eu tenho certeza que vamos fazer uma grande partida no domingo – frisou.

Se conseguir derrotar o Campinense e chegar ao mata-mata final do estadual, o Atlético de Cajazeiras vai quebrar um longo jejum. A última vez que o Trovão Azul chegou à decisão foi em 2007, quando perdeu para o Nacional de Patos.

Fonte: Globo Esporte PB - https://globoesporte.globo.com/pb/futebol/times/atletico-pb/noticia/ederson-considera-empate-injusto-mas-aposta-na-invencibilidade-em-casa-para-eliminar-o-campinense.ghtml

Recomendado para você pelo google

NA VILA NOVA

VÍDEO: Advogado acusa PM de abuso de autoridade durante blitz em Cajazeiras: “Atitude transloucada”

EVENTOS ATÉ DIA 06/12

VÍDEO: Prefeito de Monte Horebe anuncia pagamento de servidores e programação do aniversário da cidade

ESTELIONATO

VÍDEO: Após dois golpes em banco de Cajazeiras, advogado mostra como vítimas devem buscar seus direitos

FIQUE POR DENTRO

Radialista sousense fala das condenações de ex-prefeitos e visita da PF na casa de empresário no Sertão