header top bar

section content

CENAS FORTES: Homem causa incêndio em hospital para matar rival; Câmeras flagram momento. VÍDEO!

Lefter foi engolido pelas chamas e morreu.

Por Luzia de Sousa

29/07/2016 às 16h13

Fogo tomou conta do local. Confira!

Três pessoas morreram e uma está gravemente ferida após um homem invadir um hospital para matar um paciente e causar um incêndio em uma ala para procedimentos de hemodiálise, em Tirana, capital da Albânia. O caso aconteceu nesta segunda-feira. Imagens do circuito interno de segurança da unidade de saúde flagraram o momento do ataque. As informações são do jornal “Fox News”.

O ataque aconteceu no Hospital Americano de Tirana. Na sequência, é possível ver quando o suspeito, identificado como Cenaj Lefter, de 57 anos, invade a ala destinada aos pacientes que submetem a hemodiálises para matar o rival, um paciente cujo nome é D. Saraci, de 57 anos. O suspeito, então, caminha em direção ao alvo, que está deitado em uma maca, e joga gasolina sobre ele. Os homens começam uma briga. O material inflamável se espalha pela local. Então, Lefter risca um fósforo e causa um grande incêndio.

Lefter foi engolido pelas chamas e morreu. Outras duas mulheres, que estavam na ala, ambas de 55 anos, também morreram porque não conseguiram fugir das chamas. Saraci permanece internado. Seu estado de saúde é grave.

Segundo a imprensa local, os homens tinham desavenças pessoais, o que teria motivado o ataque. O caso é investigado pela polícia local. Não há informações sobre o funcionamento do hospital após o ocorrido.

Veja Vídeo:

Extra

Recomendado para você pelo google

MUITA ÁGUA!

A MAIOR DA HISTÓRIA: ruas e avenidas em Sousa viram rios após fortes chuvas durante a madrugada. Veja!

SERTÃO EM DESTAQUE

VÍDEO: Com cajazeirense na vice-presidência, Paulo Maia toma posse para comandar OAB Paraíba até 2021

MODELOS DE SUCESSO

VÍDEO: Empresários do Pará interessados em implantar TV A CABO visitam Netline e TV Diário do Sertão

DUAS CONDENAÇÕES

VÍDEO: Comentarista afirma que Lula vai morrer em breve porque “não aguenta mais tanta humilhação”