header top bar

section content

Coca-cola dará 3 milhões para a pessoa que achar um substituto para o açúcar no refrigerante. Participe!

A empresa busca um adoçante natural, seguro, de baixo teor calórico ou nulo e que tenha a mesma sensação de doce do açúcar de cana quando misturado às bebidas e comidas.

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

03/01/2018 às 12h44

Coca-cola (Foto: Divulgação)

A The Coca-Cola Company abriu um concurso mundial convocando cientistas e curiosos de todo o mundo a achar algo que a empresa ainda não achou: um substituto definitivo para o açúcar.

A empresa busca um adoçante natural, seguro, de baixo teor calórico ou nulo e que tenha a mesma sensação de doce do açúcar de cana quando misturado às bebidas e comidas.

A preocupação da empresa pode ser com a saúde de seus consumidores, mas também é temor com sua própria saúde financeira.

A ideia, portanto, é correr contra o tempo para achar um substituto tão bom que aposente de vez a sacarose a partir da cana-de-açúcar.

+ DESAFIO: Marca de refrigerante dará R$ 3 milhões para quem resolver seu maior problema

No site do concurso “The Coca-Cola Company Sweetener Challenge”, a empresa avisa que a solução não pode envolver a planta estévia (a empresa já usa o adoçante na fórmula de sua versão Life, a “Coca verde”) ou a planta asiática Lo Han Guo (conhecida como Fruta-dos-Monges).

A solução também não pode envolver plantas de espécies protegidas ou substâncias que já têm restrições em algum país.

O site do desafio avisa que faltam 154 dias para o encerramento das propostas: até 18 de janeiro de 2018.

Em 21 de fevereiro, a marca vai anunciar os dez semifinalistas. Em 11 de abril, os três finalistas. Finalmente, em três de outubro de 2018, o grande vencedor.

Exame

Tags:
DIÁRIO ESPORTIVO

VÍDEO: Na TV, dirigentes do Atlético de Cajazeiras explicam contratações fechadas e outras que ‘melaram’

NOVAS CRÍTICAS

VÍDEO: Para líder católico de Cajazeiras, o Nordeste será “um recanto esquecido” por Bolsonaro

CLIMA DE EMOÇÃO

VÍDEO: Amigos e familiares destacam o legado de Dr. Toinho durante velório do advogado em Cajazeiras

ECONOMIA

VÍDEO: Com fila zerada, Bolsa Família injeta quase R$ 2 milhões por mês em Cajazeiras, diz coordenador