header top bar

section content

Pai de 120 quilos esmaga filho de 6 anos até a morte ao se sentar sobre ele porque criança não queria ir para a cama

Ele teria pedido ao filho para se deitar no sofá e colocar almofadas sobre o rosto, como castigo

Por

04/01/2016 às 18h49

James ‘Rick’ Dearman, de 32 anos, teria pedido ao filho para se deitar no sofá e colocar almofadas sobre o rosto, como castigo.

Em seguida ele se sentou sobre o menino e ficou jogando videogame, continuando tranquilamente enquanto a criança de seis anos gritava dizendo que não conseguia respirar.

A namorada de Dearman, Ashley Cole, colaborou com as investigações.

Dearman primeiro disse aos filhos para ficarem de castigo contra a parede, mas quando a criança mais nova começou a olhar para trás e vê-lo jogando videogame, ele ficou irritado e pediu que deitasse no sofá.

Após cinco minutos o menino parou de se mover, e o casal entrou na garagem para fumar cigarros. O caso aconteceu na casa de Dearman, que fica em Sarasota, em Tampa, na Flórida (EUA).

Quando eles voltaram para a sala, dez minutos mais tarde, o menino estava deitado, imóvel, e seus lábios já tinham ficado azulados.

Neste momento o pai ligou para o serviço de emergência, e entrou na garagem para rezar, enquanto esperava o socorro.

O irmão do menino morto, que testemunhou a agressão, disse aos detetives: “quando o pai o esmagou, ele morreu”.

A polícia chegou e encontrou os paramédicos tentando reanimar a criança, mas ele foi declarado morto quando chegou ao hospital.

Dearman foi preso.

Gadoo com Metro

Tags:
AMOR E FÉ

ESPECIAL DE FÉRIAS: Crianças e adolescentes de Cajazeiras e Sousa abrilhantam programa na TV Diário

AUXILIAR DO TROVÃO

VÍDEO: Agora no Atlético-PB, ex-jogador do Corinthians está confiante em vaga no Brasileirão da Série D

SAÚDE & BEM-ESTAR

VÍDEO: Médico alerta para consequências do uso excessivo de alguns medicamentos no aparelho digestivo

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Colunista comenta por que Rodrigo Maia se tornou o ‘queridinho’ de Bolsonaro e de deputados da PB