header top bar

section content

Promotoria apresenta gravação de voz com Michael Jackson sedado

Documento foi mostrado com foto do astro durante o julgamento do médico Conrad Murray

Por

28/09/2011 às 13h00

michaeljackson-materiaReuters

Foto apresentada pela promotoria mostra corpo de Michael Jackson sobre uma maca, em primeiro dia do julgamento do médico Conrad Murray

 

Uma gravação de voz com Michael Jackson sob efeito de substâncias desconhecidas foi mostrada pelo promotor David Walgren, no julgamento do médico do astro na época de sua morte, Conrad Murray.

O julgamento começou nesta terça-feira (27) e a promotoria acusa o médico de negligência. 

O documento é do dia 10 de maio de 2009, pouco mais de um mês antes da tragédia, e estava no celular do doutor. 

O site de celebridades TMZ divulgou a gravação em que se ouve o cantor aparentemente sedado. 

– Nós temos que ser fenomenais. Quando as pessoas deixarem o show, quando elas deixarem o meu show, eu quero que elas digam: “Nunca vi nada parecido em minha vida. Vá. Vá. Eu nunca vi nada como isso. Vá. É impressionante! Ele é o melhor cantor do mundo.” Com o dinheiro arrecadado, um milhão de crianças, um hospital para crianças, o maior do mundo, o hospital para crianças do Michael Jackson.

Com a gravação, a promotoria ainda mostrou fotos chocantes do corpo do cantor aparentemente sobre uma maca. 

Michael Jackson, no dia de sua morte, 25 de junho de 2009, estaria sob forte influência de propofol, um anestésico de uso hospitalar.
 
Walgren alega que o médico usava a substância em demasia, na casa do cantor, sem os equipamentos suficientes.

O cantor já estaria usando a substância havia dois meses para conseguir dormir. 

Novamente, o promotor apresentou registros de ligações do médico, que indicam que ele estava ao telefone com a namorada, enquanto o cantor estava no quarto no dia da morte e também demorou a chamar o serviço de resgate. 

A promotoria aponta que o médico passou 45 minutos ao telefone depois que deu a substância ao cantor. 

O julgamento está acontecendo no tribunal de Los Angeles, nos Estados Unidos, e deve durar a semana inteira. Ele continua nesta quarta-feira (28). 

R7

Tags:
CONTRA A LIBERAÇÃO

VÍDEO: Comandante da PM de Cajazeiras vê risco de aumentar crimes domésticos e fúteis com posse de arma

EM 2020

VÍDEO: Deputado federal sugere que Chico Mendes pode ser candidato a prefeito de Cajazeiras pelo PTB

UNA FREVO 2019

VÍDEO: Com 16 atrações, destaques nacionais e percurso do frevo, carnaval da cidade de Uiraúna é lançado

OS CIRENEUS DO CAMINHO

VÍDEO: Programa Mensagem de Esperança reflete sobre imunização espiritual e como lidar com adversários