header top bar

section content

Moedas falsas de 1,00 real e 0,50 centavos circulando na cidade de Sousa

Os comerciantes de Sousa estão super preocupados com a onda de circulação de moedas falsas que está acontecendo na cidade. De acordo com informações não é difícil encontrar circulando no comércio moedas falsas de vários valores. Nossa reportagem na manhã desta terça-feira, 27, constatou em uma lanchonete, uma moeda de cinqüenta centavos falsa. A comerciante […]

Por

27/02/2008 às 21h36

/Os comerciantes de Sousa estão super preocupados com a onda de circulação de moedas falsas que está acontecendo na cidade. De acordo com informações não é difícil encontrar circulando no comércio moedas falsas de vários valores.

Nossa reportagem na manhã desta terça-feira, 27, constatou em uma lanchonete, uma moeda de cinqüenta centavos falsa. A comerciante só veio constatar que a moeda era falsa, minutos depois que tinha recebido de um "cliente". A falsificação é perfeita, e só foi constatada após uma vistoria minuciosa, onde o peso e o material da moeda verdadeira são diferentes. O material da verdadeira é bem mais brilhoso e o da falsa é mais opaco.

A polícia foi comunicada da circulação de moedas falsas na cidade e está investigando com intuito de localizar e prender os falsificadores e orientar os comerciantes para ficarem de olho e qualquer suspeita comunicarem o fato a polícia.

Uma dica básica para saber se a moeda é falsa é colocá-la próximo de um imã, e se ela não for atraída provavelmente ela é falsa.

Hidroastro B. Abrantes – Sertão Informado
Especial de Sousa para o Diário do Sertão

Tags:
OS CIRENEUS DO CAMINHO

VÍDEO: Programa Mensagem de Esperança reflete sobre imunização espiritual e como lidar com adversários

'MENSAGEM DE FÉ'

VÍDEO: Padre apresenta programa especial na TV sobre a tradicional Festa de Dom Bosco em Cajazeiras

'OPINIÃO DO CIDADÃO'

VÍDEO: Em Cajazeiras, presidente da OAB-PB diz ser contra posse de arma: “Índices de mortes aumentam”

PROPRIEDADES EMBARGADAS

VÍDEO: Impedidos de plantar, agricultores de Cajazeiras acusam IBAMA de excessos na aplicação de multas