header top bar

section content

Gutemberg Cardoso analisa política de Cajazeiras

A Rádio Oeste da Paraíba recebeu em seus estúdios, na manhã desta segunda-feira, 24, a visita do diretor de Radiojornalismo do Sistema Correio de Comunicação, Gutemberg Cardoso.

Por

24/12/2007 às 20h27

A Rádio Oeste da Paraíba recebeu em seus estúdios, na manhã desta segunda-feira, 24, a visita do diretor de Radiojornalismo do Sistema Correio de Comunicação, Gutemberg Cardoso.  O jornalista participou do programa Show da Manhã, e em entrevista aos radialistas Eutin Rodrigues e Petson Santos, fez questão de parabenizar o trabalho que vem sendo feito pela emissora de realizar um jornalismo moderno em parceria com o Correio.

Mesmo sendo a caçula da cidade, na opinião de Gutemberg, a Rádio Oeste já está consolidada em Cajazeiras por fazer um jornalismo que a cidade exige dos seus comunicadores. A este estilo, Gutenberg chamou de “Jornalismo de Vanguarda”, que, segundo ele, tem nas suas características brigar pela notícia sem se dobrar, sendo este, o caminho do jornalismo dinâmico e perspicaz da novas era da comunicação.

Política
O apresentador do Correio Debate, da Correio Sat, aproveitou também para fazer algumas análises sobre o momento político na cidade de Cajazeiras. Sobre o “angu” que se formou nos últimos dias, entre o prefeito Carlos Antonio e o deputado Zé Aldemir, acerca da candidatura de Marinho e a escolha para seu vice, Gutemberg fez alguns importantes apontamentos.

“A coisa não está bem pacífica nesta indicação de Marinho. Vejo-a como o fechamento de um ciclo. O prefeito Carlos Antonio percebeu que o estilo político dele, na forma como ele faz política, está se fechando. Não estou falando da sua administração, mas sim dessa forma arrojada, corajosa, de briga, de intransigência que ele tem adotado. E ele já percebeu que esse estilo, esse ciclo, se fechou, e que é preciso, hoje, para Cajazeiras, um administrador que seja um grande conciliador. Marinho tem esse perfil.”.

Oposição
“Tem crise na oposição e tem crise na situação. Até o carnaval pode haver essas querelas. Mas acho mesmo que o candidato será Leo, com o apoio de Maranhão”, previu.

Crescimento
O ex-âncora do Boca Quente disse perceber que a cidade está vivendo um bom momento. "Fui visitar o shopping, que teve dificuldades para começar, mas já é um marco, está evoluindo. Um momento de crescimento. Vejo a cidade movimentada, o comércio, os cursos que já estão dando resultados práticos, circulando mais dinheiro. Estou sentindo positividade na cidade e fico alegre com isso”.

Cardoso está animado com a possibilidade de Cajazeiras também integrar a rota do petróleo da Bacia do Rio do Peixe. “Vou dizer aqui uma novidade: esperem que Cajazeiras também tem petróleo. Esse lado de Cajazeiras, do Açude Grande, subindo até a divisa com Santa Helena, São João do Rio do Peixe, pode esperar que vai ter petróleo. Deixemos esperar aparecer o petróleo lá de Triunfo, e fatalmente nós também descobriremos terras cajazeirenses com petróleo.”

Dívida de Cássio
“Há muito tempo Cajazeiras já merece ser uma micro-região de saúde. Mas o governador Cássio não dá a Cajazeiras o que Cajazeiras deu a ele. Ele dá pouco a Cajazeiras, tanto do ponto de vista de colocar o nome dessa cidade no governo dele, como também de investimentos. Por isso não se admirem se Maranhão assumir o governo, Carlos Antonio passar para o lado dele.”.

JOCIVAN PINHEIRO
Da redação do DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
NOVO DESAFIO

VÍDEO: Jornalista Heron Cid anuncia que vai se afastar das atividades para disputar as Eleições 2022

DRACO

VÍDEO: Mulher é presa em Pombal por tráfico de drogas e comercialização de armas a mando do companheiro

A CASA CAIU

VÍDEO: Foragido da Justiça de São Paulo com pena de 8 anos de prisão, é preso na cidade de Pombal

"PONTO FACULTATIVO"

VÍDEO: Mesmo sem ser feriado, comércio de Sousa fica ‘deserto’ no São Pedro e causa estranheza

Recomendado pelo Google: