header top bar

section content

STF nega hábeas corpus em favor do promotor Carlos Guilherme

Os advogados do promotor buscaram a sua liberdade, mas o pedido foi negado pelo TJPB. O Superior Tribunal de Justiça (STJ) também negou hábeas corpus em seu favor.

Por

31/08/2009 às 23h34

O Supremo Tribunal Federal (STF) negou hábeas corpus impetrado em favor do promotor público Carlos Guilherme Santos Machado, que se encontra preso acusado de ter atirado no irmão de sua namorada, na cidade de Cajazeiras. A decisão é da ministra Carmem Lúcia, relatora do HC 100.196-7. Esta já é a terceira decisão contra a liberdade do promotor.

Ele foi preventivamente preso por determinação do Tribunal de Justiça, a pedido do Ministério Público Estadual. Os advogados do promotor buscaram a sua liberdade, mas o pedido foi negado pelo TJPB. O Superior Tribunal de Justiça (STJ) também negou HC em seu favor.

A ministra Carmem Lúcia, do STF, disse que o novo pedido de habeas corpus é idêntico ao que foi apresentado no Superior Tribunal de Justiça. “Não se demonstra, na presente ação, qualquer situação de flagrante ilegalidade havida na decisão do Superior Tribunal de Justiça, a ensejar a atuação concomitante deste Supremo Tribunal, nem se demonstra abuso de poder a constranger, antijuridicamente, direito do Paciente”. 

Fonte: Portal Correio

Tags:

Recomendado para você pelo google

PROTESTO

VÍDEO: populares vão às ruas para protestar contra a reforma da Previdência na cidade de Patos

VEJA VÍDEO

Padre de Cajazeiras revela curiosidades sobre o santo casamenteiro: “Faz milagre a pessoa encalhada”

SAÚDE

Dieta milagrosa? Médico diz que a compulsão e afetividade pela comida são perigosas para o emagrecimento

VÍDEO

Mototaxista reclama de multa cobrada na Zona Azul da cidade de Cajazeiras; “Está errado”