header top bar

section content

José Aldemir diz não ter constrangimento em votar a favor do empréstimo do BNDES

Segundo o deputado, nos últimos dias, ele vem sendo insistentemente contactado por prefeitos de sua base eleitoral, apelando para que ele vote favorável ao pedido de empréstimo do Governo.

Por

19/06/2009 às 20h11

Na tarde desta sexta-feira (19), o deputado estadual José Aldemir (DEM) assegurou não ter o menor constrangimento em, se for o caso, votar favorável à proposta de empréstimo, no valor de R$ 191 milhões, solicitado pelo Governo do Estado ao BNDES. "Não tenho o menor problema, caso me convença de que isto é o melhor para o nosso Estado", argumentou Aldemir.

Segundo o deputado, nos últimos dias, ele vem sendo insistentemente contactado por prefeitos de sua base eleitoral, apelando para que ele vote favorável ao pedido de empréstimo do Governo Maranhão III ao BNDES.

"Não posso ficar indiferente a esses apelos dos prefeitos de minha base", observa José Aldemir, assegurando que não vai tomar uma decisão tomando por base os interesses dos senadores Efraim Morais (presidente estadual de seu partido) ou Cícero Lucena (presidente estadual do PSDB) ou do ex-governador tucano Cássio Cunha Lima. "Devo me pautar pelo interesse maior do Estado", assegura.

Na avaliação do parlamentar do DEM, após analisar as propostas de investimentos que o Governo do Estado pretende implementar com os recursos do empréstimo, assumirá em plenário o voto que melhor estiver de acordo com sua consciência de homem público.

Fonte:PB Agora

Tags:
OS CIRENEUS DO CAMINHO

VÍDEO: Programa Mensagem de Esperança reflete sobre imunização espiritual e como lidar com adversários

'MENSAGEM DE FÉ'

VÍDEO: Padre apresenta programa especial na TV sobre a tradicional Festa de Dom Bosco em Cajazeiras

'OPINIÃO DO CIDADÃO'

VÍDEO: Em Cajazeiras, presidente da OAB-PB diz ser contra posse de arma: “Índices de mortes aumentam”

PROPRIEDADES EMBARGADAS

VÍDEO: Impedidos de plantar, agricultores de Cajazeiras acusam IBAMA de excessos na aplicação de multas