header top bar

section content

TJ determina que delegada suspeita de desvio de fiança retorne ao trabalho na PB

Com a decisão do TJPB, Maria Soledade disse que estava feliz e que a verdade está prevalecendo.

Por Luzia de Sousa

03/03/2017 às 14h27 • atualizado em 03/03/2017 às 11h34

A ação ocorreu por força de um mandado de prisão preventiva expedido pela Vara Criminal de João Pessoa (Foto: Ilustrativa)

A delegada Maria Soledade, que estava afastada do trabalho na Polícia Civil do Estado desde abril do ano passado, suspeita de desviar valores provenientes de pagamentos de fiança, deverá voltar ao cargo após decisão unânime da Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba.

O afastamento da delegada havia sido determinado pelo juiz Gustavo Procópio, titular da 5ª Vara de Santa Rita, na Grande João Pessoa, com base em denúncia ofertada pelo Ministério Público Estadual. Segundo o processo, a delegada teria se apropriado de valores que lhe foram entregues a título de fianças de autos de prisões em flagrante.

Com a decisão do TJPB, Maria Soledade disse que estava feliz e que a verdade está prevalecendo.

Portal Correio

ESTÁ NA CAPITAL DESDE 2015

EXCLUSIVO: Após três anos, lendário padre de Cajazeiras revela o que motivou sua ida para João Pessoa

AMOR E FÉ

ESPECIAL DE FÉRIAS: Crianças e adolescentes de Cajazeiras e Sousa abrilhantam programa na TV Diário

AUXILIAR DO TROVÃO

VÍDEO: Agora no Atlético-PB, ex-jogador do Corinthians está confiante em vaga no Brasileirão da Série D

SAÚDE & BEM-ESTAR

VÍDEO: Médico alerta para consequências do uso excessivo de alguns medicamentos no aparelho digestivo