header top bar

section content

TJ determina que delegada suspeita de desvio de fiança retorne ao trabalho na PB

Com a decisão do TJPB, Maria Soledade disse que estava feliz e que a verdade está prevalecendo.

Por Luzia de Sousa

03/03/2017 às 14h27 • atualizado em 03/03/2017 às 11h34

A ação ocorreu por força de um mandado de prisão preventiva expedido pela Vara Criminal de João Pessoa (Foto: Ilustrativa)

A delegada Maria Soledade, que estava afastada do trabalho na Polícia Civil do Estado desde abril do ano passado, suspeita de desviar valores provenientes de pagamentos de fiança, deverá voltar ao cargo após decisão unânime da Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba.

O afastamento da delegada havia sido determinado pelo juiz Gustavo Procópio, titular da 5ª Vara de Santa Rita, na Grande João Pessoa, com base em denúncia ofertada pelo Ministério Público Estadual. Segundo o processo, a delegada teria se apropriado de valores que lhe foram entregues a título de fianças de autos de prisões em flagrante.

Com a decisão do TJPB, Maria Soledade disse que estava feliz e que a verdade está prevalecendo.

Portal Correio

Recomendado para você pelo google

PARA TUDO!

VÍDEO! Garis realizam greve e toneladas de lixo deixam de ser coletados na cidade de Patos

PROGRESSÃO DE PENA

VÍDEO: Presidente da OAB-PB diz que pedido do MP e recusa de Lula para semiaberto têm motivo político

RECÉM-INAUGURADO

VÍDEO: Após morte de homem, perita explica por que o IML de Cajazeiras não atendeu a ocorrência

AGRESSÃO AO MEIO AMBIENTE

VÍDEO: Após lutar contra fogo em serra, padre faz alerta sobre queimadas ‘criminosas’ em Cajazeiras