header top bar

section content

Juíz diz o que pode e o que não pode nas Eleições

Desde ontem, 1º de julho, está proibida a realização de propagandas partidárias veiculadas em rádio e TV em todo o país, ou seja, aquelas feitas apenas para os partidos. Já a propaganda eleitoral, feita por candidatos individuais, será liberada apenas depois do dia 05 de julho, último dia de registro dos candidatos. Segundo o juiz […]

Por

01/07/2008 às 21h12

Desde ontem, 1º de julho, está proibida a realização de propagandas partidárias veiculadas em rádio e TV em todo o país, ou seja, aquelas feitas apenas para os partidos. Já a propaganda eleitoral, feita por candidatos individuais, será liberada apenas depois do dia 05 de julho, último dia de registro dos candidatos.

Segundo o juiz Edivan Rodrigues, da 42ª Zona Eleitoral de Cajazeiras em entrevista ao Jornal da Manhã da Rádio Oeste da Paraíba, as propagandas eleitorais que envolvem carros de som e panfletagens, por exemplo, sofreram várias alterações pelo Tribunal Superior Eleitoral. Uma delas é o fim dos outdoors. O TSE determinou que o espaço para propagandas é agora de apenas 4 m².

“Antes já havia a proibição para os outdoors. Só não havia regulamentação do tamanho dessas pinturas.” Explicou o juiz.

Edivan avisa ainda que este limite vale também para as pinturas em muros, paredes e casas. Mas confessa que de acordo com a coordenação de cada cidade, pode haver um aumento nesse padrão.

Além disso, está proibida também a confecção de camisetas, chaveiros, botons, brindes, entre outros objetos usados com o fim de divulgar qualquer candidato. “Não é permitido ao candidato distribuir nada com os eleitores, a não ser ideais e propostas.”

Da redação do Diário do Sertão

Tags:

Recomendado para você pelo google

MAIS EDUCAÇÃO

VÍDEO: No 2º dia da Mostra de Conhecimentos do N. S. do Carmo, alunos se destacam em temáticas diversas

EM CAJAZEIRAS

VÍDEO: No Mês da Black Friday, concessionária Brazauto oferece preços e formas de pagamento especiais

VÍDEO

Vereador lamenta falta de doação ao Hospital Laureano e acusa prefeito de Pombal: “Virou as costas”

TROVÃO NO BRASILEIRÃO

VÍDEO: Prefeito se compromete a patrocinar o Atlético de Cajazeiras com R$ 20 mil mensais em 2020