header top bar

string(13) "diario-sertao"

section content

Deputado Jeová sugere que Secretaria de Saúde descentralize o tratamento da dengue

O deputado estadual Jeová Campos (PT), participou durante a manhã de ontem (01) de uma audiência pública promovida pela Comissão de Saúde da Assembléia. O encontro que teve como objetivo debater a situação vigente da Saúde no Estado, foi realizado no mini-plenário da “Casa de Epitácio Pessoa” e contou com a presença do secretário da […]

Por

03/04/2008 às 16h29

O deputado estadual Jeová Campos (PT), participou durante a manhã de ontem (01) de uma audiência pública promovida pela Comissão de Saúde da Assembléia. O encontro que teve como objetivo debater a situação vigente da Saúde no Estado, foi realizado no mini-plenário da “Casa de Epitácio Pessoa” e contou com a presença do secretário da Saúde do Estado, Geraldo Almeida, e do gerente-executivo de Atenção à Saúde na Paraíba, Jaceguai Martins. Na ocasião, Jeová sugeriu que a Secretaria de Saúde descentralize o atendimento à população, principalmente em relação ao tratamento dos casos mais graves da dengue.

Jeová questionou o secretário sobre a centralização no atendimento dos casos mais graves da Dengue. “Como fui vítima da doença, pude ver que o procedimento para reposição de plaquetas sanguíneas e das imunoglobulinas é simples, mas como não dispomos de estrutura e profissionais habilitados para tal finalidade, temos que nos submeter a uma remoção de 480 km , como é o caso de Cajazeiras, para ter esse atendimento especializado no Hospital Universitário Lauro Wanderley, na Capital.

O deputado estadual Jeová Campos (PT), participou durante a manhã de ontem (01) de uma audiência pública promovida pela Comissão de Saúde da Assembléia. O encontro que teve como objetivo debater a situação vigente da Saúde no Estado, foi realizado no mini-plenário da “Casa de Epitácio Pessoa” e contou com a presença do secretário da Saúde do Estado, Geraldo Almeida, e do gerente-executivo de Atenção à Saúde na Paraíba, Jaceguai Martins. Na ocasião, Jeová sugeriu que a Secretaria de Saúde descentralize o atendimento à população, principalmente em relação ao tratamento dos casos mais graves da dengue.

Jeová questionou o secretário sobre a centralização no atendimento dos casos mais graves da Dengue. “Como fui vítima da doença, pude ver que o procedimento para reposição de plaquetas sanguíneas e das imunoglobulinas é simples, mas como não dispomos de estrutura e profissionais habilitados para tal finalidade, temos que nos submeter a uma remoção de 480 km , como é o caso de Cajazeiras, para ter esse atendimento especializado no Hospital Universitário Lauro Wanderley, na Capital. Portanto, como o Estado poderia diminuir esse sofrimento?”, questionou Jeová.

O deputado Jeová Campos lamentou a ausência da maioria dos parlamentares da Casa durante a audiência, visto que eles poderiam enriquecer ainda mais o debate. Ele também perguntou ao secretário quais as ações que o Estado pretende desenvolver em termos prevenção de doenças de durante esse período de chuvas, uma vez que a saúde deve ser tratada sem partidarismos, e sim como uma necessidade básica da população.

Com relação ao primeiro questionamento de Jeová, o secretário Geraldo Almeida, destacou que “a manipulação de plaquetas sanguíneas e das imunoglobulinas é um procedimento que requer cuidados especiais, além de ter um custo alto, mas iremos analisar a viabilidade desse pleito. Através dos profissionais que vêm sendo contratados e qualificados, talvez seja possível esse atendimento diretamente nas regiões incidentes da Dengue”. E a respeito da orientação durante o período chuvoso, Geraldo Almeida garantiu que a Secretaria colocará barreiras sanitárias e mais profissionais capacitados na prevenção e no tratamento de patologias ocasionadas durante e após esse período.

Explicações

O encontro foi iniciado com a explanação do secretário Geraldo Almeida sobre o plano de gestão 2008/2010 do Governo do Estado para as 12 Gerências Regionais de Saúde na Paraíba que consiste, segundo o secretário, em investimentos na ordem de R$ 60.000.000,00, distribuídos em Atenção Básica , Monitoramento, Plano de Urgência e Emergência, Qualificação e Humanização de Profissionais. Além, de estruturação e aparelhagem do Lacen (Laboratório Central), da Rede de Hemocentros e da Cedemex (Central de Distribuição de Medicamentos Excepcionais).

O responsável pela pasta estadual de Saúde também relatou o controle da Paraíba na imunização contra a pólio e tuberculose, sobre a queda na mortalidade infantil, e das ações de combate à Hanseníase e à Dengue. Neste último caso, apesar das ações combativas, segundo o secretário, foram detectados nos meses de janeiro e fevereiro deste ano 1.892

casos em todo o Estado, sendo 353 deles confirmados em Cajazeiras, 276 em São Bento e 92 em Catolé do Rocha.

“Devido à incidência da Dengue no Sertão, a exemplo de Cajazeiras que do total de casos já citados, 06 deles correspondem à Dengue Hemorrágica, além de outros 15 municípios que estão em alerta sobre a doença, estamos intensificando esforços para combater o mosquito transmissor Aedes Aegypti, através da capacitação de profissionais de Saúde e contratação imediata de parte dos aprovados no concurso do Estado na área de Saúde”, finalizou Geraldo Almeida.

Portanto, como o Estado poderia diminuir esse sofrimento?”, questionou Jeová. O deputado Jeová Campos lamentou a ausência da maioria dos parlamentares da Casa durante a audiência, visto que eles poderiam enriquecer ainda mais o debate. Ele também perguntou ao secretário quais as ações que o Estado pretende desenvolver em termos prevenção de doenças de durante esse período de chuvas, uma vez que a saúde deve ser tratada sem partidarismos, e sim como uma necessidade básica da população.

Com relação ao primeiro questionamento de Jeová, o secretário Geraldo Almeida, destacou que “a manipulação de plaquetas sanguíneas e das imunoglobulinas é um procedimento que requer cuidados especiais, além de ter um custo alto, mas iremos analisar a viabilidade desse pleito. Através dos profissionais que vêm sendo contratados e qualificados, talvez seja possível esse atendimento diretamente nas regiões incidentes da Dengue”. E a respeito da orientação durante o período chuvoso, Geraldo Almeida garantiu que a Secretaria colocará barreiras sanitárias e mais profissionais capacitados na prevenção e no tratamento de patologias ocasionadas durante e após esse período.

Explicações O encontro foi iniciado com a explanação do secretário Geraldo Almeida sobre o plano de gestão 2008/2010 do Governo do Estado para as 12 Gerências Regionais de Saúde na Paraíba que consiste, segundo o secretário, em investimentos na ordem de R$ 60.000.000,00, distribuídos em Atenção Básica , Monitoramento, Plano de Urgência e Emergência, Qualificação e Humanização de Profissionais. Além, de estruturação e aparelhagem do Lacen (Laboratório Central), da Rede de Hemocentros e da Cedemex (Central de Distribuição de Medicamentos Excepcionais). O responsável pela pasta estadual de Saúde também relatou o controle da Paraíba na imunização contra a pólio e tuberculose, sobre a queda na mortalidade infantil, e das ações de combate à Hanseníase e à Dengue.

Neste último caso, apesar das ações combativas, segundo o secretário, foram detectados nos meses de janeiro e fevereiro deste ano 1.892 casos em todo o Estado, sendo 353 deles confirmados em Cajazeiras, 276 em São Bento e 92 em Catolé do Rocha. “Devido à incidência da Dengue no Sertão, a exemplo de Cajazeiras que do total de casos já citados, 06 deles correspondem à Dengue Hemorrágica, além de outros 15 municípios que estão em alerta sobre a doença, estamos intensificando esforços para combater o mosquito transmissor Aedes Aegypti, através da capacitação de profissionais de Saúde e contratação imediata de parte dos aprovados no concurso do Estado na área de Saúde”, finalizou Geraldo Almeida.

Da redação do Diário do Sertão

Tags:
ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Diversidade em Foco com professor de Português destaca as variações da nossa língua

HERANÇA ARTÍSTICA

VÍDEO: Filho de grande nome da música brasileira agita a Festa do Brega no Cajazeiras Tênis Clube

EM JOÃO PESSOA

VÍDEO E FOTOS: Posse da nova diretoria da API é marcada por repentes, lançamento de livro e emoção

DUPLA CERIMÔNIA

VÍDEO: OAB lança em Cajazeiras as chapas para as eleições da Seccional Paraíba e da Subseção local