header top bar

section content

Cássio, Cícero, Padre Adelino, Marcone Paiva e Jeová Campos estão inelegíveis

Nenhum deles poderá disputar as eleições deste ano,porque tiveram suas contas de campanha rejeitadas, ou melhor dizendo, reprovadas pelo Tribunal Regional Eleitoral

Por

05/03/2008 às 07h57

Tarcisio Marcelo foi só uma amostra do que vem por aí. O suplente teve as contas rejeitadas pelo TRE, recorreu ao TSE e perdeu, porque o TSE não admite recursos contra decisões administrativas dos Tribunais Regionais. Resultado: foi tomar posse no lugar de Romulo Gouveia e o TSE vetou. Está inelegível, como estão,entre outros da Paraíba, os vereadores Padre Adelino e Marcone Paiva, o deputado Jeová Campos, o senador Cícero Lucena e o governador Cássio Cunha Lima.

Nenhum deles poderá disputar as eleições deste ano,porque tiveram suas contas de campanha rejeitadas, ou melhor dizendo, reprovadas pelo Tribunal Regional Eleitoral, sem direito,como já se viu, a recurso perante o TSE.

Desse modo, fica claro que o senador Cícero Lucena não será candidato a prefeito e se diz que será, está blefando pois sabe que foi alcançado pelo mesmo veto que vitimou Tarcisio Marcelo. Da mesma forma o deputado Jeová, que se enfronha para ser candidato a prefeito de Cajazeiras, porém vai ficar só enfronhamento, e os vereadorea Adelino e Marcone, tidos como reeleitos, mas que não conseguirão registrar seus nomes na Justiça Eleitoral. Quanto ao governador Cássio Cunha Lima, não consta que ele tivesse pretensões de disputar algum cargo eletivo em outubro vindouro.

Fonte: Blog do Tião

Tags:
MUITO ESTRAGO

VÍDEOS: Chuva com vendaval causa alagamentos e destruição de prédios comerciais em Cajazeiras e Sousa

DE 22 A 27 DE JANEIRO

VÍDEO: Teatro Ica completa 34 anos em Cajazeiras com extensa e diversificada programação cultural

DE 2017 PARA ESTE ANO

VÍDEO: São José de Piranhas tem aumento alarmante de homicídios em 2018; confira balanço da PM na região

VIXE!

VÍDEO: Vidente detalha futuro da imprensa de Cajazeiras e prevê mortes: “Não chega às festas juninas”