header top bar

section content

Corte de 40% é traição de Arthur, diz Jeová

O deputado Jeová Campos (PT), considerou a atitude do presidente da Assembléia Legislativa, Arthur Cunha Lima, em cortar 40% da receita dos gabinetes, uma traição. Ele acredita que o corte vai prejudicar o trabalho dos parlamentares, principalmente os de oposição, já que historicamente eles têm uma verba menor do que os governistas. Ele disse ainda […]

Por

28/01/2008 às 20h03

O deputado Jeová Campos (PT), considerou a atitude do presidente da Assembléia Legislativa, Arthur Cunha Lima, em cortar 40% da receita dos gabinetes, uma traição.

Ele acredita que o corte vai prejudicar o trabalho dos parlamentares, principalmente os de oposição, já que historicamente eles têm uma verba menor do que os governistas. Ele disse ainda que a decisão de Arthur é pessoal e não tem razão de existir, uma vez que o orçamento, tanto do Estado como da Assembléia, aumentou.

Jeová considerou a atitude economicamente injustificável. “Não vamos nos calar diante desse corte absurdo e desnecessário”, disse.

O parlamentar confirmou ainda que irá fazer uma análise do quadro funcional da Assembléia assim que os trabalhos na Casa forem retomados.

Jeová disse que Arthur conversou com os parlamentares, nesse mesmo período do ano passado, quando se discutiu a necessidade de corte nos gastos da Casa. Ele acredita que dessa vez não houve diálogo porque, para o parlamentar, esses cortes não têm razão para existir.

Assessoria

Tags:
DRACO

VÍDEO: Assaltante investigado no ataque a carro forte entre Aparecida e Pombal é preso em Sousa

SORTEIO DE R$ 100,00

VÍDEO: “O que o Brasil mais precisa?” agitou o Pix Diário do programa Olho Vivo; veja as respostas

CULTURA NORDESTINA

VÍDEO: Comerciantes de fogos juninos se adaptam para manter tradição em barraquinhas da cidade de Sousa

TRADIÇÃO DA ÉPOCA

VÍDEO: Comerciantes de produtos juninos avaliam vendas em Cajazeiras e temem mudança para outro local

Recomendado pelo Google: