header top bar

section content

Leonardo apóia campanha pela melhoria do Porto

Já está nas ruas uma campanha promovida pela Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (FIEP), e pelo Comitê em Defesa do Porto de Cabedelo. A manifestação busca participação popular.

Por

27/01/2008 às 14h12

Já está nas ruas uma campanha promovida pela Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (FIEP), e pelo Comitê em Defesa do Porto de Cabedelo. Vários outdoors com a frase: "Porto de Cabedelo: vamos gritar por um grande calado!" busca participação popular na luta que vem sendo travada pelos portuários e também por lideranças políticas do estado, a exemplo dos deputados Leonardo Gadelha e Marcondes Gadelha.

"A idéia surgiu em uma de nossas reuniões com os portuários", explica o presidente da FIEP, Buega Gadelha. Ele acrescenta que todos foram de acordo com a campanha que objetiva mostrar às autoridade e à sociedade que os envolvidos na reestruturação do porto não estão de braços cruzados. Há cerca de duas semanas, a comunidade portuária instalou um comitê, com representantes de várias categorias ligadas ao porto e pessoas ligadas à sociedade, em defesa do porto.

Para o deputado Leonardo Gadelha, "a iniciativa é válida e deve surtir o efeito desejado. Acredito que as pessoas que ainda não prestaram atenção na nossa luta pelo porto vão, no mínimo, ficar curiosas e querer conhecer o que vem sendo feito. Precisamos do apoio de toda a sociedade paraibana". Leonardo Gadelha tem defendido a reestruturação do terminal de Cabedelo como um dos pilares para o desenvolvimento do estado. 

Fonte: Assessoria

Tags:
SORTEIO DE R$ 100,00

VÍDEO: “O que o Brasil mais precisa?” agitou o Pix Diário do programa Olho Vivo; veja as respostas

CULTURA NORDESTINA

VÍDEO: Comerciantes de fogos juninos se adaptam para manter tradição em barraquinhas da cidade de Sousa

TRADIÇÃO DA ÉPOCA

VÍDEO: Comerciantes de produtos juninos avaliam vendas em Cajazeiras e temem mudança para outro local

REAÇÃO

VÍDEO: Governador diz que lei sancionada por Bolsonaro é ‘absurdo’ e não reduz preços dos combustíveis

Recomendado pelo Google: