header top bar

section content

Governador abandona obras deixadas por Maranhão e Paulino em Cajazeiras

O Governo da Paraíba esqueceu obras iniciadas na gestão do então governador José Maranhão (PMDB). Somente no município de Cajazeiras, quatro exemplos ilustram bem a filosofia Cunha Lima de governo.

Por

29/12/2007 às 16h25

O Governo do Estado da Paraíba tem relegado ao esquecimento algumas obras iniciadas na gestão do então governador José Maranhão (PMDB). Somente no município de Cajazeiras, três exemplos ilustram bem a filosofia Cunha Lima de governar.

align=left Quem passa pela BR-230, vê que o Ginásio Poliesportivo do distrito de Divinópolis (foto à esquerda) encontra-se entregue ao descaso. O teto da praça esportiva está caindo gradativamente, conforme mostram as fotos feitas pela equipe do DIÁRIO DO SERTÃO.

Alguns quilômetros depois, a Penitenciária Regional Padrão de Cajazeiras, iniciada no Governo Maranhão, até hoje está inconclusa, mesmo cinco anos após o começo da Administração do governador Cássio Cunha Lima (PSDB).

Localizada às margens da BR-230, a Penitenciária (foto á direita) está orçada em mais de 508 mil reais. A verba foi alocada por Roberto Paulino que assegura ter deixado dinheiro em caixa para conclusão da obra. 

Cássio não sentou uma pedra de tijolo no local desde que assumiu em janeiro de 2003, apesar de faltar bem pouco para ser terminada.

width=250 Enquanto isso, a Cadeia Pública de Cajazeiras padece pela superlotação, admitida até mesmo pela própria direção. Com capacidade apenas para 50 detentos, a Cadeia abriga mais de 250 presidiários, entre regime aberto e fechado. O presídio não agüenta tantos presos e virou uma espécie de barril de pólvora. 

Colégio Comercial
Até o Colégio Comercial de Cajazeiras foi vítima da falta de interesse do Governo atual em dar continuidade a obras iniciadas pelos antecessores. A gestão anterior começou uma reforma completa, alocou recursos para o governo seguinte concluir, o que não foi feito. Alunos e professores foram obrigados a entrar no educandário sem a conclusão das obras.

HRC
Roberto Paulino diz ter garantido recursos no Orçamento do Estado para equipar e ampliar o Hospital Regional de Cajazeiras, na melhoria de UTI, hemodiálise, entre outros avanços. Tudo ficou no passado e o Hospital caminha hoje beirando ao caos, apesar dos esforços repetidos do prefeito Carlos Antônio e do deputado estadual José Aldemir.

Da redação do DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
DRACO

VÍDEO: Assaltante investigado no ataque a carro forte entre Aparecida e Pombal é preso em Sousa

SORTEIO DE R$ 100,00

VÍDEO: “O que o Brasil mais precisa?” agitou o Pix Diário do programa Olho Vivo; veja as respostas

CULTURA NORDESTINA

VÍDEO: Comerciantes de fogos juninos se adaptam para manter tradição em barraquinhas da cidade de Sousa

TRADIÇÃO DA ÉPOCA

VÍDEO: Comerciantes de produtos juninos avaliam vendas em Cajazeiras e temem mudança para outro local

Recomendado pelo Google: