header top bar

section content

‘Brasil não poderia continuar vivendo com uma doença crônica’, diz Maranhão sobre impeachment

“O Brasil não poderia continuar vivendo com uma doença que já estava se tornando crônica”.

Por Luzia de Sousa

03/09/2016 às 16h44 • atualizado em 03/09/2016 às 17h41

Presidente Temer e senador José Maranhão

O senador José Maranhão (PMDB) foi o 62º a ocupar a tribuna, na madrugada de quarta-feira, quando do término dos debates em plenário.

Maranhão usou o seu discurso para elogiar uma das autoras do processo: a advogada e professora Janaína Paschoal. Para o parlamentar, ela atuou de maneira inteligente e zelosa com o processo.

Sobre o mérito, o senador afirmou que “a crise, muitas vezes, é o início da solução” e acrescentou: “O Brasil não poderia continuar vivendo com uma doença que já estava se tornando crônica”.

Fonte: coluna Aparte

Paraíba Online

ENTREVISTA ESPECIAL

DIA DO MÉDICO: Um dos médicos mais respeitados de Cajazeiras relata fatos marcantes do seu ‘sacerdócio’

RESULTADOS MARCANTES

VÍDEO: Na capital, jornalista cajazeirense avalia vitória de Azevêdo e derrota de Cássio: “Foi um marco”

ACONTECE EM NOVEMBRO

VÍDEO: Secretária da Prefeitura e gerente do Sebrae dão detalhes sobre a feira Expo Negócios Cajazeiras

EPISÓDIO 5

VÍDEO: Programa Coisas de Cajazeiras especial reverencia os mestres na arte de educar: os professores