header top bar

section content

Jantar de Temer em churrascaria custou R$ 13,8 mil à Presidência

A ida do presidente até a churrascaria teve o intuito de amenizar a Operação Carne Fraca. Cada convidado custou, em média, R$ 200,60.

Por Priscila Belmont

21/03/2017 às 09h16

A verba para pagar essa boca-livre, que incluiu rodízio, bebidas e sobremesa, veio toda da Presidência.

O jantar oferecido pelo presidente da República, Michel Temer, a embaixadores e ministros, no último domingo (19/3), em uma churrascaria de Brasília custou R$ 13.844,29, segundo o jornal O Globo. A verba para pagar essa boca-livre, que incluiu rodízio, bebidas e sobremesa, veio toda da Presidência. Como 69 pessoas estiveram no local, cada convidado custou, em média, R$ 200,60.

A ida do presidente até a churrascaria teve o intuito de amenizar os impactos da Operação Carne Fraca, deflagrada pela Polícia Federal na sexta-feira (17). No pronunciamento à imprensa, feito logo antes de todos irem para a churrascaria, Temer fez questão de garantir a qualidade da carne brasileira.

A casa é famosa por oferecer cortes nobres de carnes, com origem brasileira e também importadas da Argentina, Austrália e Estados Unidos. Segundo nota do Planalto, na ocasião foram servidas apenas carnes brasileiras.

Metrópoles

DEPENOU O GALO

VEJA OS GOLS: Atlético de Cajazeiras vence o Treze de Campina e assume a liderança isolada do Paraibano

NA TELA DA TV DIÁRIO

Diário Esportivo traz tudo sobre a 2ª rodada do Paraibano; Tático narra gol da vitória do Atlético

SE CUIDE!

VÍDEO: No Janeiro Branco, Diversidade em Foco promove uma ‘Conversa sobre suicídio e como evitá-lo?’

RECONHECIMENTO

Prefeito de Sousa garante ajuda mensal ao médico cubano: “Eu irei ajudá-lo em todos os momentos”