header top bar

section content

Governador da PB participa de manifestação por ‘Diretas Já’ e diz que “política precisa de legitimidade”

“Ninguém pode ser presidente e construir uma agenda sem legitimidade. Derrubaram um governo, agrediram a democracia", declarou o governador.

Por Luzia de Sousa

21/07/2017 às 18h09 • atualizado em 21/07/2017 às 18h13

"Política precisa de legitimidade", disse Ricardo Coutinho

O governador da Paraíba Ricardo Coutinho participou, na tarde desta sexta-feira (21), da manifestação realizada no Ponto Cem Réis, em João Pessoa. O ato reuniu manifestantes representantes de partidos da esquerda, centrais sindicais e trabalhadores rurais. Entidades religiosas, artistas e intelectuais também estiveram presentes.que reivindicam a saída do presidente da República Michel Temer e eleições diretas para o cargo.

“Ninguém pode ser presidente e construir uma agenda sem legitimidade. Derrubaram um governo, agrediram a democracia. O exercício de um cargo requer a legitimidade necessária para fazer as devidas pactuações”, declarou o governador.

Ricardo usou sua conta no twitter para expressar a relevância da mobilização e a importância da manifestação do povo. “Ato pelas Diretas Já, em João Pessoa. A política precisa da legitimidade que só o povo pode dar”, publicou.

A manifestação concentrou-se no Ponto Cem Réis e, de acordo com os organizadores, caravanas de várias cidades da Paraíba vieram à Capital para participar do ato público. Ônibus das cidades de Bayeux, Santa Rita, Conde, Cruz do Espírito Santo, Soledade, Campina Grande, Cuitegi, dentre outras chegaram a João Pessoa.

O evento conta com a presença da senadora e presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, os senadores Roberto Requião (PMDB) e João Capiberibe (PSB), a deputada Janete Capibaribe (PSB) e a presidente do PC do B, deputada federal Luciana Santos.

Durante o comício, a bancada federal paraibana chegou a ser citada, particularmente os nomes dos parlamentares que votaram favor da reforma trabalhista. A cada nome, o público se expressava através de vaias. Foram citados os deputados Aguinaldo Ribeiro (PP), André Amaral (PMDB), Benjamin Maranhão (SD), Efraim Filho (DEM), Hugo Motta (PMDB), Pedro Cunha Lima (PSDB), Rômulo Gouveia (PSD) e Wilson Filho (PTB). Cássio Cunha Lima (PSDB), Raimundo Lira (PMDB) e Zé Maranhão (PMSB) também não foram esquecidos.

PB Agora

RECONHECIMENTO

Prefeito de Sousa garante ajuda mensal ao médico cubano: “Eu irei ajudá-lo em todos os momentos”

"MERECIA MAIS"

VÍDEO: Comentarista critica falta de prestígio de Sousa com o Governo do Estado nas nomeações de cargos

ANTIGO E NOVO

VÍDEO: Secretário e prefeito exibem projeto do novo Museu de Cajazeiras feito por arquiteta cajazeirense

COBRANÇAS INDEVIDAS

VÍDEO: Problemas com empréstimo consignado? Advogado dá orientações para que você não seja negativado