header top bar

section content

Filha de Lula fala sobre o pai na prisão: ‘Ele não esmorece’

Lula foi condenado a 12 anos e um mês de detenção, por corrupção e lavagem de dinheiro, no caso do triplex no Guarujá (SP).

Por Luzia de Sousa

27/04/2018 às 07h38

Filha de Lula fala sobre o pai na prisão: 'Ele não esmorece'

As visitas de familiares ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ocorrem todas as quintas-feiras, na superintendência da Polícia Federal, em Curitiba. Ele está preso desde o último dia 7, por ordem do juiz Sérgio Moro.

Lula foi condenado a 12 anos e um mês de detenção, por corrupção e lavagem de dinheiro, no caso do triplex no Guarujá (SP).

Hoje (26), Lurian Cordeiro da Silva, primeira filha do ex-presidente, concedeu entrevista ao site Brasil de Fato, depois de estar com o pai. Ao falar sobre como a família tem enfrentado a situação, disse ser doloroso.

“A gente está numa luta constante. É obvio que o processo é muito doloroso pra nós. Então por um lado, é muito frustrante, mas nós temos seguido a vida normal, trabalhando, estudando e seguindo a vida. E eu, particularmente, tenho ido a muitas atividades, a atos do PT, do PSOL, do PCdoB. Onde me chamam eu vou, porque a gente tem que se confortar, bater nessa tecla do renascimento da democracia, pois ela está desaparecendo”, afirmou.

Questionada sobre o ânimo de Lula, ela destacou que ele “não esmorece”. “Ele é surpreendente, porque a gente chega lá e ele não esmorece. Ele está bem, tem lido, assistido a jogos de futebol. Eu acho que quando a pessoa tem certeza da inocência, mesmo sofrendo uma grande injustiça, ele fica tranquilo. Indignado, mas firme. Ele está dando tempo ao tempo. Ele sabe que a verdade vai vir à tona, como tem vindo, por exemplo, com a ocupação do MTST, que mostrou as fotos do apartamento. A verdade sempre vem à tona”, pontuou.

Lurian ainda garantiu que o petista tem lido as cartas enviadas pela população. “Ele também ouve o bom dia, ouve o boa noite, as músicas do acampamento. Ele fica emocionado e está muito orgulhoso da militância estar na rua, estar na luta. A gente sente isso nele”, disse.

Ela também criticou a proibição de visitas ao ex-presidente, imposta por Sérgio Moro. O magistrado só autorizou o acesso de familiares e advogados. “Ele é uma pessoa que vive da comunicação, que vive dialogando com muita gente. Ao mesmo tempo que essa sala onde ele está foi preparada em respeito a ele, a falta de comunicação, a falta do direito de receber as visitas é o que nos preocupa, porque tem sido arbitrária”, alegou. “Ele está em uma solitária praticamente. Eu não entendo até onde eles querem chegar com esse isolamento dele”, questionou.

Notícia ao Minuto

Tags:

VÍDEO: Psicologia no Ar recebe diretores e psicóloga de organização que promove cidadania em Cajazeiras

NOVIDADES

Xeque-Mate visita lançamento do novo plano da Eletrosorte, que firmou parceria com gigante dos seguros

FUTEBOL DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Dirigentes e ex-jogadores relembram histórias marcantes do Duque de Caxias, que completou 50 anos

VÍDEO: Programa de rádio que é sucesso na região de Campina fecha parceria com emissora de Cajazeiras