header top bar

section content

Sindicato denuncia perseguição e ameaças aos Professores por parte de Zé Vieira

A denúncia é da professora efetiva, Carleide Gomes, quando teve a sua irmã, também professora, demitida por puro ato de perseguição.

Por

13/07/2009 às 18h10

Depois que o Sindicato dos Professores foi fundando no dia 06 de julho de 2009, com n° de inscrição, 10.947.722/0001-01 no Município de Marizópolis, a categoria vem sofrendo pressão e ameaças por parte do prefeito José Vieira da Silva.

A denúncia é da professora efetiva, Carleide Gomes, quando teve a sua irmã, também professora, demitida por puro ato de perseguição. Segundo Carleide Gomes, vice-tesoureira do Sindicato, o prefeito José Viera, enviou uma pessoa até a residência de sua irmã, tentou persuadi-la, para que Carleide desfiliasse do sindicato, ou caso o contrário, o demitia dos quadros do magistério.

“Zé Vieira disse a minha irmã que tinha fotos minhas comprometedoras, e iria me demitir dos quadros funcionais, e que a sua Procuradora era uma pessoa muito influente, e que eu, mesmo concursada, iria me colocar no olho da Rua”, disse a professora Carleide Gomes à reportagem.

Como a professora não cedeu as ameaças e pressões feitas pelo Prefeito, a sua irmã acabou tendo o seu contrato rescindido como Município.

Na manhã desta segunda-feira (13), a presidente do Sindicato, Francisquinha, acompanhado do Vereador Sandrinho, estiveram conversando com o Advogado, Dr. João Hélio e comunicaram das perseguições impostas pelo prefeito Zé Vieira a categoria dos professores de Marizópolis, após o Sindicato ter sido criado.

“O Prefeito anda falando e comentando na Cidade, que o sindicato dos professores não vale nada, e que não passa de uma associação. Mas fomos legalmente constituídos, e o Sindicato está firme e forte na defesa da categoria”, disse a presidente Francisquinha.

Dr. João Hélio, relatou a nossa reportagem que, o setor jurídico do Sindicato está tomando todas as providências necessárias cabíveis para coibir as ameaças do prefeito aos professores de Marizópolis. “Não basta a redução de salário que fez para com a categoria, a prejudicando sensivelmente”, finalizou João Hélio.

Do Portal Folha do Sertão

Tags:

Recomendado para você pelo google

DE BOA

VÍDEO: Ex-bancário paraibano diz que já visitou 25 países e manda recado para mulheres cajazeirenses

DONO DA CONSULTRAN

VÍDEO: Especialista em trânsito elogia Zona Azul de Cajazeiras, mas cobra ensino de trânsito nas escolas

QUER MAIS SEGURANÇA

VÍDEO: Cantor da região de Cajazeiras diz que consumo de drogas nas festas dificulta fechar contrato

SAÚDE & BEM-ESTAR

VÍDEO: Em Cajazeiras, médica explica o que é ‘prato colorido’ para quem quer perder peso com saúde