header top bar

section content

Comissão lamenta falta de atitude do Governo para reconstrução da Torre de Igreja

A Comissão Transitória Paroquial Para Reconstrução da Torre emitiu Nota à Imprensa nesta quinta-feira (28) lamentando como está sendo tratado pelas autoridades o projeto de reconstrução da torre da Igreja Matriz Nossa Senhora dos Remédios que desabou na madrugada do dia 29 de Abril de 2007. “O grande vilão, no entanto, constitui-se dos órgãos públicos […]

Por

29/08/2008 às 18h16

/A Comissão Transitória Paroquial Para Reconstrução da Torre emitiu Nota à Imprensa nesta quinta-feira (28) lamentando como está sendo tratado pelas autoridades o projeto de reconstrução da torre da Igreja Matriz Nossa Senhora dos Remédios que desabou na madrugada do dia 29 de Abril de 2007.

“O grande vilão, no entanto, constitui-se dos órgãos públicos envolvidos e, evidentemente a classe política a quem são afetos, relata o texto que vai mais adiante: “Aproveitemos o momento da festa para lançarmos a campanha do chega! Chega de enganação. Chega de descaso. Chega de desculpas”.

Os integrantes do movimento ainda lamentam a falta de empenho do IPHAEP, órgão do Governo do Estado que cuida dos patrimônios históricos que nos mês passado apresentou projeto de reconstrução da torre e não deu seqüência ao assunto.

“O povo de Sousa merece respeito e o patrimônio é seu, não dos Iphaep’s da vida e/ou de quaisquer governos. Assim esperamos. Assim desejamos. Que Deus nos ajude!”, encerra a Nota.

Confira a nota na íntegra:

DESABAFO
Decorridos alguns meses e dias desde o primeiro aniversário da queda da “torre norte” da Igreja Matriz de Nossa Senhora dos Remédios, padroeira da nossa cidade de Sousa, chamamos mais uma vez a atenção da população sousense para a necessidade de uma solução urgente e definitiva do problema.

Grande tem sido a nossa luta, sob orientação e com o apoio do Administrador Paroquial, para que seja restaurada a Igreja Matriz. Todos somos responsáveis de alguma forma: comunidade, administrador paroquial, autoridades diocesanas, etc. Poderíamos ter feito mais. Pressionado mais.

O grande vilão, no entanto, constitui-se dos órgãos públicos envolvidos e, evidentemente a classe política a quem são afetos. Os representantes políticos locais então, se mostram um lastimável fracasso. Falta de empenho? Incompetência? Descaso? Talvez estejam voltados apenas para seus interesses particulares, familiares. Ou quem sabe esperam faturar politicamente num futuro próximo.

Aproveitemos o momento da festa para lançarmos a campanha do Chega!
Chega de enganação. Chega de descaso. Chega de desculpas.

O povo de Sousa merece respeito e o patrimônio é seu, não dos iphaep’s da vida e/ou de quaisquer governos.

Assim esperamos. Assim desejamos.

Que Deus nos ajude.

Comissão Transitória Paroquial Para Reconstrução da Torre

Da Redação
Foto: Arquivo CN

Tags:
ESTÁ NA CAPITAL DESDE 2015

EXCLUSIVO: Após três anos, lendário padre de Cajazeiras revela o que motivou sua ida para João Pessoa

AMOR E FÉ

ESPECIAL DE FÉRIAS: Crianças e adolescentes de Cajazeiras e Sousa abrilhantam programa na TV Diário

AUXILIAR DO TROVÃO

VÍDEO: Agora no Atlético-PB, ex-jogador do Corinthians está confiante em vaga no Brasileirão da Série D

SAÚDE & BEM-ESTAR

VÍDEO: Médico alerta para consequências do uso excessivo de alguns medicamentos no aparelho digestivo