header top bar

section content

Arcebispo da Paraíba é contra padres na política

O arcebispo da Paraíba, Dom Aldo Pagoto (foto), em entrevista à Rádio Oeste da Paraíba no programa Jornal da Manhã, esclareceu algumas das principais dúvidas quanto à proibição da Igreja Católica em relação a padres que almejam candidaturas a cargos políticos nas eleições de outubro deste ano. Segundo Pagoto, o Código de Direito Canônico, que […]

Por

01/07/2008 às 21h04

/O arcebispo da Paraíba, Dom Aldo Pagoto (foto), em entrevista à Rádio Oeste da Paraíba no programa Jornal da Manhã, esclareceu algumas das principais dúvidas quanto à proibição da Igreja Católica em relação a padres que almejam candidaturas a cargos políticos nas eleições de outubro deste ano.

Segundo Pagoto, o Código de Direito Canônico, que equivale à constituição da Igreja, proíbe de fato a participação de clérigos em cargos público-políticos. Mas o arcebispo explica que com a prévia autorização do conselho presbiteral a qual está submetido o padre, este poderá ocupar um cargo, desde que seja por um período determinado.

“Padre é padre, e se ele vai disputar, dadas algumas circunstâncias, se por um tempo vai ocupar um cargo, ele está dispensado de exercer qualquer função eclesiástica.” Afirmou.

Depois, Dom Aldo Pagoto assumiu ser definitivamente contra a participação de padres em campanhas eleitorais. Para ele, “a missão político-partidária cabe aos cristãos leigos, aos cidadãos.”

Da redação do Diário do Sertão

Tags:
ESTÁ NA CAPITAL DESDE 2015

EXCLUSIVO: Após três anos, lendário padre de Cajazeiras revela o que motivou sua ida para João Pessoa

AMOR E FÉ

ESPECIAL DE FÉRIAS: Crianças e adolescentes de Cajazeiras e Sousa abrilhantam programa na TV Diário

AUXILIAR DO TROVÃO

VÍDEO: Agora no Atlético-PB, ex-jogador do Corinthians está confiante em vaga no Brasileirão da Série D

SAÚDE & BEM-ESTAR

VÍDEO: Médico alerta para consequências do uso excessivo de alguns medicamentos no aparelho digestivo