header top bar

section content

Padre da região de Cajazeiras denuncia Energisa por não prestar serviços à paróquia

De acordo com o religioso, a Energisa informou que a demora na prestação dos serviços foi a falta de um projeto, mesmo sendo apresentado a empresa.

Por

19/03/2014 às 17h58

Padre reclama sobre serviços da empresa

A comunidade Católica de São José de Piranhas está revoltada com a empresa de energia elétrica (Energisa), pois há seis meses o do padre Nicodemos Pereira da Paróquia São José solicitou os serviços para instalação de dez aparelhos de ar-condicionado e não foi atendido.

Outra preocupação da Paróquia é com a garantia dos aparelhos que podem perder o prazo de ressarcimento de perdas sem ao menos serem utilizados.

De acordo com o religioso, a Energisa informou que a demora na prestação dos serviços foi a falta de um projeto, mesmo sendo apresentado a empresa. 

Nicodemos informou também, que esta semana a Energisa informou que recebeu e aprovou o projeto enviado pela Paróquia, porém, requereu mais seis dias para a execução dos serviços.

O outro lado
Procurada pela reportagem, a sede de Cajazeiras alegou que não pode prestar qualquer esclarecimento, pois faz parte da política da empresa.

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:

Recomendado para você pelo google

EM CAJAZEIRAS

VÍDEO: Ciro diz que Ricardo ‘prejudicou-se na sucessão’, mas elogia Azevêdo: “Seria uma honra no PDT”

PREOCUPADO

VÍDEO: Na Semana dos Pobres, bispo de Cajazeiras diz que “pobreza se avoluma cada vez mais nas cidades”

A OBRA PAROU?

Ex-vereador denuncia que terminal rodoviário de Sousa está abandonado: “Prefeito Tyrone não está nem aí”

PROJETO DE LEI

VÍDEO: Comentarista diz que críticas ao leilão de imóveis da Prefeitura de Cajazeiras é ‘politicagem’