header top bar

section content

Comer batata frita pode duplicar risco de morte, diz estudo

Gosta de batata-frita? Então é melhor se cuidar

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

12/06/2017 às 16h47

O alimento é um dos preferidos em todo o mundo

Já se sabe que a batata frita não é um alimento saudável, mas o recente estudo aponta que este alimento pode aumentar o risco de morte.

O estudo publicado no American Journal of Nutrition examinou o consumo de batata frita de 4,4 mil homens e mulheres entre os 45 e os 79 anos. No final do estudo, 236 participantes haviam falecido.

De acordo com a edição norte-americana da revista Men’s Health, os pesquisadores descobriram que as pessoas que comiam batata frita com frequência (pelo menos duas vezes por semana) tinham pelo menos o dobro do risco de morrer.

Apesar de terem encontrado esta conexão, os cientistas não analisaram as reais causas para o problema. Ainda assim, reduzir o consumo de batata frita é uma boa decisão para sua saúde.

Notícias ao Minuto

TOTALMENTE RENOVADO

VÍDEO: Com mais elegância e tecnologia, novo carro da Wolkswagen é lançado com festa em Cajazeiras

ENTREVISTA

VÍDEO: João Azevêdo garante que tem planos para fortalecer produção de leite e área da saúde em Pombal

ALÍVIO

VÍDEO: Para vice-presidente do SINDIÁGUA, eleição de João Azevêdo afasta risco de privatização da Cagepa

FASE DE 'ÓCIO'

VÍDEO: Aposentado, jornalista da PB cita ex-colegas da imprensa que ele admira e diz se pretende voltar